Selecione a página

Um chamado para missões transculturais – Parte 3

Um chamado para missões transculturais – Parte 3

Parte 3 – Portas Abertas

Em 2010, morando em Ribeirão Preto, passei a congregar aos domingos com nossos irmãos ribeirão-pretanos. Não demorou muito para eu saber que dois irmãos daquela congregação, Luciano e Marcel estavam em Campo Grande, MS cursando Teologia na SerCris (Escola de Treinamento para o Serviço Cristão), tendo sido enviados pela própria congregação e, que ao final daquele ano eles retornariam, após 2 anos intensivos de capacitação teológica. Com tal informação, logo pensei que, um dia, quem sabe, eu poderia fazer um curso deste.
Quando estes irmãos retornaram a congregação, vieram em caráter de evangelistas e logo iniciaram projetos de evangelização nos bairros ao redor do prédio da igreja. Os mesmos, convidaram todos os irmãos para ajudar. O trabalho aconteceria no meio da semama e aos sábados. Infelizmente poucos foram os irmãos que se prontificaram para servir nesta obra, inclusive eu.
Neste tempo eu trabalhava em um dos grandes shoppings da cidade e estava limitada aos trabalhos da igreja, pois meus horários de trabalho incluíam sábados e domingos, sem falar da corrida vida acadêmica. Depois de muita oração, Deus abriu uma porta de estágio em uma distribuidora de combustíveis, onde eu poderia ter sábados e domingos livres.
A demanda por famílias querendo estudar a bíblia foi crescendo a medida que os irmãos ofereciam estudos por correspondências e presenciais nos bairros. A necessidade de irmãos responsavéis pelas crianças tornou-se evidente, ao depararem com famílias cheias de filhos e filhas. Um trabalho que eu tive prazer em comprometer-me nos meus sabádos agora livres.

Sobre o autor

Comentários recentes

Comentários

Veja Isso Também

A Arte da Pregação, Crescimento da Igreja, Evangelismo, Grupos Pequenos, Ministérios, Música Vocal

Mais recentes