Selecione a página

Procura-se discipulos verdadeiros

Procura-se discipulos verdadeiros

INTRUDUÇÃO:

Um menino estava sentado junto ao portão que dava acesso à propriedade de seu pai.
Quando Napoleão se aproximou com seus soldados e queria cruzar aquela propriedade, o menino o impediu de passar.
Zangado, Napoleão gritou com ele :
– Menino, eu sou Napoleão Bonaparte, o imperador. Abra este portão!
Muito educado, o menino tirou o chapéu, e perguntou:
– O Senhor vai querer que eu desobedeça meu pai? Este portão está fechado, aqui Rim Ruim guém passa, conforme meu pai determinou!
Napoleão virou-se para seus generais e disse:
– Encontrem mil homens como este, e conquistarei o mundo todo.
E Napoleão o respeitou, indo por outro caminho.

OBJETIVO:

O objetivo desta história é refletirmos sobre o nosso discipulado em Cristo.
Nem todos têm se empenhado para serem discípulos de Jesus, mas porque?
– Terão que se sujeitarem ao Senhor
– Terão que obedecer sem questionar
– Terão que pagar o alto preço do discipulado.

Então: … Procura-se discípulos verdadeiros… Este é o Tema deste Artigo Bíblico.
E o desejo de Jesus é encontrar homens fiéis e idôneos para servi-lo.

MENSAGEM: Fica no livro de Lucas 9:57-62 (Versão Ling.de Hoje)

Vemos 3 pessoas que aparentemente se mostravam discípulos de Jesus. E já com o primeiro homem, Jesus deixa claro qual o preço de ser seguidor dele. Mas me parece que 2 queriam protelar, adiar o chamado de Cristo. Assim, deram desculpinhas para Jesus, com a intenção de esperar mais um pouquinho, aproveitar um pouco mais dos prazeres que o mundo oferece, antes que eles tenham que mudar as diretrizes de sua vida.

1 SITUAÇÃO – A REVELAÇÃO: (Lucas 9:57) diz…“EU SEGUIREI O SENHOR PARA QUALQUER LUGAR”.

Essas foram as palavras de alguém que veio a Jesus e garantiu ser seu discípulo. Talvez estivesse entusiasmado com alguns feitos de Jesus, como a multiplicação dos pães e peixes. Não há nada de errado em estar entusiasmado, mas isso não é arrependimento e conversão. Então cuidado com os sentimentos, pois são alterados conforme os acontecimentos da vida.

E antes que Jesus aceitasse a oferta deste homem, Ele revelou que o custo de ser discípulo dele seria alto.
Em Lucas 9:58 Jesus declarou que as raposas e as aves têm seus lares, mas o Filho do Homem não tinha nem lugar para repousar sua cabeça! Até porque Jesus antes disso, tinha sido rejeitado pelos samaritanos quando buscava repouso com seus discípulos.
E Jesus então ensina que :
– Aquele que aceitasse o chamado do Senhor, que desejasse ser discípulo dele, teria que partilhar, dividir as privações que Jesus passasse.

Todos nós deveríamos estar prontos, mas nem todos estão prontos para saírem de sua ZONA DE CONFORTO.
O sacrifício de seus próprios desejos por causa de Cristo, é algo esperado no discipulado.
Aquele que não se SACRIFICA em AUTONEGAÇÃO, SANTIFICAÇÃO e SERVIÇO AO PRÓXIMO, não está sendo autêntico discípulo de Cristo.

2 SITUAÇÃO – A DESCULPA: (Lucas 9:59) diz…“SIGA-ME – SIM SENHOR, MAS…”.

Na mesma ocasião, Jesus desafiou outro a segui-lo.
E esse parecia ser mais um dos discípulos casuais de Jesus, como se estivesse ali por ser conveniente a ele acompanhar Jesus com os outros.
Este me parece que se satisfazia em seguir a Cristo com uma certa DISTÂNCIA, pois sabe que mais PRÓXIMO de Cristo, mais responsabilidade, mais comprometimento, mais parecido com o Senhor. Agora, quanto mais DISTANTE menos responsabilidade, menos dever.
O que vemos é que este pediu permissão para enterrar seu pai, mais provavelmente um pedido para protelar em deixar sua família e seguir a Cristo. É como grosseiramente dizer: …Não posso, enquanto meu pai estiver vivo.

A resposta de Jesus em Lucas 9:60:
– “Deixe os mortos, sepultarem os seus próprios mortos”.
Pode parecer insensibilidade, mas seu ponto era que ser servo de Cristo precisa ocupar o primeiro lugar em nossos corações.

Muitos de nós já ouvimos pessoas dizerem:
– Preciso ver com minha família se não vai trazer transtorno a eles o servir a Cristo.
– Todo domingo eu tenho um encontro de família no rancho, então não posso.
– Se eu não for ajudar meus pais na loja, talvez eu vá.
– Meus filhos são pequenos ainda, então vamos esperar até crescerem ok.

Jesus não estava proibindo o cuidado legítimo com a família, basta verificar (Efésios 5:22-25; 6:1-4), mas salientando que nenhuma outra responsabilidade pode impedir o seu discipulado, o seu desenvolvimento como discípulo verdadeiro dele.
Sempre haverá pessoas que darão mais atenção aos deveres da família e da sociedade, e desprezarão os deveres mais elevados do reino dos céus aqui na terra.
O discipulado exige LEALDADE, esse é o ponto em destaque aqui, esse é o ponto que Jesus espera de seus discípulos verdadeiros.

3 SITUAÇÃO – OUTRA DESCULPA: (Lucas 9:61) diz… “EU SEGUIREI O SENHOR, MAS…”.

Outro também garantiu ser um discípulo, mas primeiro desejava permissão para dizer adeus a sua família.
E conforme os outros, era mais um desejo de protelar, adiar o chamado. Sua atitude evidentemente era muito semelhante à do homem que pediu permissão para sepultar seu pai.
Jesus respondeu à sua atitude de desculpa dizendo: “Ninguém que, tendo posto a mão ao arado, olha para trás é apto para o reino de Deus” (Lucas 9:61-62).
Mais uma vez Jesus fala de forma ilustrativa seu ensino, pois falava com quem sabia do que se tratava. O homem que está acostumado a arar a terra, sabe que não pode desviar os olhos do arado, para que o trabalho seja bem feito. É uma tarefa que requer atenção sem interrupção. O homem que se deixa desvia a atenção, está desqualificado para trabalhar no reino de Deus.
Jesus quer mostrar nesta situação que existe uma lealdade superior ao de laços familiares.
O discípulo não pode servir a dois senhores, aos seus próprios interesses e aos interesses de Cristo. Não pode realizar corretamente a obra de um ministro de Cristo, ao mesmo tempo que os seus pensamentos e o seu tempo estão absorvidos nas coisas deste mundo.

– Uma vez que temos começado a servir Jesus, não há retorno.
– Uma vez que demos as mãos ao mestre, não há motivo de soltar e voltar a traz.

Mas se houver algum motivo que nos leve a olhar para nossa vida antiga, nosso passado e desprezar o presente e futuro com o Senhor, então não estamos aptos, não somos dignos de pertencer ao reino dos céus que é sua igreja.

CONCLUSÃO:

Precisamos deixar nosso VAZIO passado para traz, e fixar nossos olhos em Jesus (Hebreus 12:1-2).
Precisamos buscar as coisas lá do alto onde Cristo está, ao lado de Deus (Colos.3:1).
A busca desenfreada de conquistarem coisas e obterem uma boa vida nesta terra, só levarão a canseira e destruição (Mateus 6:19-21).
Os hesitantes, os descomprometidos, os vacilantes não podem ser discípulos de Jesus.
Não são dignos de serem chamados de filhos.
Não são dignos de sofrerem angustias, humilhações, dores.
Estes não estão aptos para pertencerem ao reino de Deus.

Estas são palavras duras, mas nos informam claramente que Jesus não está apenas procurando quem quer que decida, de um dia para outro , numa veneta, ser batizado.
Ele não está procurando os talentosos, os influentes ou os ricos.
Ele esta procurando pessoas que se submetem ao seu chamado, como Timóteo fez em sua vida.
Que possamos obedecer o ensino que Deus deixou em:

(1 Timóteo 6:12)…Combate o bom combate da fé, toma posse da vida eterna, para a qual também foste chamado e de que fizeste a boa confissão perante muitas testemunhas.

Veja o que Jesus diz aos seus verdadeiros discípulos em:

(Mateus 19:27-29)…E Pedro falou; Eis que nós tudo deixamos e te seguimos; O que será de nós?…E Jesus respondeu: Em verdade vos digo que vós, os que me seguirem, quando na regeneração, o filho do homem se assentar no trono da sua glória, também vos assentareis em doze tronos para julgar as doze tribos de Israel…E todo aquele que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou campos, por causa do meu nome, receberá muitas vezes mais e herdará a vida eterna.

QUE DEUS NOS ABENÇOE, EM NOME DE CRISTO. AMÉM.

Print Friendly, PDF & Email

Sobre o autor

Caco Pessoa

Caco é membro da igreja de Cristo em Araçatuba onde serve a igreja com Canto, evangelismo, aulas e mensagens.

Comentários recentes

Comentários

Veja Isso Também

A Arte da Pregação, Crescimento da Igreja, Evangelismo, Grupos Pequenos, Ministérios, Música Vocal

Mais recentes