Selecione a página

Andar na Luz

Andar na Luz

Uma empresa de refrigerantes lançou uma campanha em que vendidas seus produtos com nomes de pessoas impressos. Ouvi Alguém da igreja reclamar que não encontrava nome de pobre nas latinhas ou garrafas. Outro respondeu: “Quer encontrar nome de pobre? Vai no SPC“.
Tá, vamos aproveitar a oportunidade: Imagine que o SPC oferece gratuitamente um curso de educação financeira no domingo. Poucas pessoas vão para o curso. Algumas dizem que não têm dinheiro para ir, outras não tem tempo e outras não querem mesmo. De surpresa, no final da reunião do SPC eles anunciam que vão pagar todas as dívidas de quem foi lá com uma condição: Você não vai mais ficar endividado e vai ter que continuar participando do curso o resto da sua vida.
Se as suas dívidas são muito altas, logicamente você concordaria. Se você considera que sua dívida é pequena e que você pode resolver sozinho, talvez também ache que não vale a pena satisfazer seus desejos através de dívidas, comprando o que não pode pagar e que não quer gastar o resto da sua vida frequentando um curso de educação financeira.
Nossas Dívidas e Soluções
A luz foi a primeira coisa a ser criada e não por acaso. Se a gente tenta andar nas trevas, até consegue, mas tem que viver com as consequências. Deus nos criou para andar na luz para viver de graça e não para viver de consequências. Uma pessoa que faz dívidas sente que gastou muito muito, mas quando vai ver, de pouco em pouco, a dívida vira uma bola de neve que desce rolando e tranzendo tudo o que a pessoa não fez. Precisamos abrir os olhos antes que a dívida seja tão grande que nos tire até a esperança.
As trevas é o contraste da luz e, como nas dez pragas, é uma maldição. Deus criando a luz, automaticamente diferenciou das trevas. Viver nas trevas é uma possibilidade, mas as tristezas são contagiantes que até nós nos indignamos com os pecados alheios. Precisamos fazer alguma coisa como alguém, algum dia, fez por nós e, agora, vemos como em dia claro.
Nossas dívidas são bem claras quando andamos na luz e vemos que não estamos sozinhos. Depois do batismo ainda pecamos e Deus já providenciou um meio para nos livrarmos dos pecados novos. Precisamos reconhecê-los como em dia claro e nos livrar deles assim como alguém que tem uma dívida precisa primeiro reconhecer quais são e o que pode fazer. No caso do pecado, precisamos ajuda tanto quanto precisa de ajuda uma pessoa que está afogando-se no meio de dívidas. Jesus é o nosso sacerdote neste caso que pode nos ajudar. Jesus deixou escrito instruções claras para nos livrar de novos pecados.

“Se, porém, andarmos na luz, como ele está na luz, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado.” (‭‭1 João‬ ‭1:7‬)

Manter COMUNHÃO com os irmãos É ANDAR na luz. E naquele exato momento acontece o fenômeno da purificação através do sangue de Jesus que tira todo o pecado. Começamos, na comunhão, a cada semana, tudo do zero
O Sangue de Jesus
É no culto que nós lembramos do corpo e do sangue de Jesus através da ceia. Somente a ceia não nos perdoa os pecados e o objetivo também é para os que já foram perdoados uma vez por todas no batismo.
Purificação de Pecados
Talvez você já me ouviu falar da minha avó e as férias que a gente passava na casa dela. É um momento inesquecível! Lá não tinha luxo, não tinha luz, não tinha Internet (não existia Internet), não tinha televisão, etc. Faltava muita coisa e tinha tudo o que precisávamos. A falta de luz é um problema, mas, como disse acima, a gente acostuma viver no escuro. O dia terminava com o pôr do sol. A gente tinha que tomar banho lá pelas 5:30 da tarde, mas ainda não era hora de dormir. O dia acabava às 6:00 da noite. A gente jantava à luz de lamparina ou antes do sol se pôr, depois, no escuro mesmo, meus tios tocavam violão e cantavam e ficavam contando ‘causos’ da vida até lá pelas 9:00. Eles dormiam cedo, porque o dia seguinte começava às 3 ou 4 da madrugada na fazenda.
A gente já tinha tomado banho lá pelas 5:30, mas a gente não ia dormir ainda. Ficávamos conversando, andando pra lá e pra cá à luz fraca da lamparina e sujávamos os pés. Na hora de dormir, minha avó colocava uma bacia com água e a gente lavava os pés antes de colocar na cama. A gente já tinha tomado banho, mas precisava lavar os pés.

“Respondeu Simão Pedro: “Então, Senhor, não apenas os meus pés, mas também as minhas mãos e a minha cabeça!” Respondeu Jesus: “Quem já se banhou precisa apenas lavar os pés; todo o seu corpo está limpo. Vocês estão limpos, mas nem todos”. Pois ele sabia quem iria traí-lo e, por isso, disse que nem todos estavam limpos.” João 13:9-11

Jesus nos lavou a todos os que fomos batizados, mas sujamos os pés durante a semana, não precisamos tomar banho todos os domingos, apenas lavar aos pés e também uns dos outros. Precisamos ir aos cultos para lavar os pés porque um dia desses Jesus vai nos chamar para o descanso eterno. Vamos querer estar de pés limpos.
CONCLUSÃO:
Sabe um outro lugar onde se encontra nome de pobre além do SPC? No livro da VIDA eterna de Deus. Um certo domingo, nossa irmã Sandra foi ao culto em Itaquera e tudo parecia um domingo como qualquer outro. Ao sair em direção ao estacionamento ela teve um ataque cardíaco e faleceu naquele domingo. Triste. A boa notícia é de conforto é que ela saiu desta vida totalmente justificada de todos os seus pecados. Como é que eu sei disso? Simples! O apóstolo João escreveu o seguinte: “Se, porém, andarmos na luz, como ele está na luz, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado.” (1 João 1:7).
Naquele domingo, como em todos os outros, todos os que mantiveram comunhão com os irmãos, andaram na luz e, providencialmente, cumprindo sua promessa, Deus perdoou todos os nossos pecados pelo sangue de Jesus. Todos os que estavam sujeitos à morte, como nossa irmã Sandra, saíram da vida justificados de todos os seus pecados.
Quer saber um outro lugar onde você encontra o nome de muitos pobres? No livro da vida eterna lá nos céus.

Print Friendly, PDF & Email

Sobre o autor

Comentários recentes

Comentários

Veja Isso Também

A Arte da Pregação, Crescimento da Igreja, Evangelismo, Grupos Pequenos, Ministérios, Música Vocal

Mais recentes