Select Page

Ornamento perpétuo

Ornamento perpétuo

“Os teus mandamentos permanecem firmes e fiéis; a santidade, Senhor, é o ornamento perpétuo da tua casa.” (Salmo 93:5)

Deus é imutável. Nós, pelo contrário somos mutáveis. O Senhor é o mesmo ontem, hoje e amanhã; porém, ontem estávamos de um jeito, hoje, talvez, já estamos diferentes, e amanhã, não sabemos como estaremos. Porém, a vontade de Deus continua a mesma (Êxodo 20:1-17; Mateus 22:37-40).
Os mandamentos do Senhor se resumem nestes dois grandes mandamentos da antiga lei: Amarás o teu Deus e ao teu próximo como a ti mesmo (Mateus 22:37,39); e eles não mudarão porque não conseguimos praticá-los ou porque não aceitamos.
Gostamos de ornamentar nossas casas, com móveis, utensílios e acabamentos bonitos; mas eles não duram muito; com o tempo o desgaste é notório e temos que mudar. Nada dura pra sempre neste mundo. Deus, porém, já tem sua morada ornamentada eternamente com a santidade. A sua habitação é santa, porque Ele é santo. Santidade é o estado de Deus; Ele é santo e sempre será. NEle e na sua presença não habita qualquer sombra de pecado.
Se desejamos agradar a Deus precisamos guardar e praticar seus mandamentos (os ensinamentos de Cristo) e não acharmos que Ele nos aceitará sem que haja transformação, mudança e conversão genuína. Também precisamos buscar a santidade a qualquer custo, pois este é o estado que seus filhos devem se encontrar. Conseguiremos a santidade, através da santificação, que é o processo para alcançar a santidade, ou seja, a medida que crescemos e amadurecemos na fé, vamos refugando aquilo que não agrada e não entra na presença de Deus.
O que você precisa refugar em sua vida? Comece a fazê-lo hoje!

About The Author

Recent Reviews

Recent Comments

Veja Isso Também

A Arte da Pregação, Crescimento da Igreja, Evangelismo, Grupos Pequenos, Ministérios, Música Vocal

Latest