Selecione a página

O Culto Dominical – Quão Importante é!

O Culto Dominical – Quão Importante é!

“Mas busquem, em primeiro lugar, o Reino de Deus e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.”, Mateus 6:33

Falar da importância em participar do culto dominical junto com os irmãos para mim é simples. Afinal, desde a minha conversão, há mais de 30 anos, em cada ano, o número de minhas ausências no culto dominical não cabe na palma de uma mão.

Buscar o reino de Deus tem a ver com permitir que o Senhor governe, cada dia mais, a minha vida, minhas decisões, meus valores, meu comportamento…

E é no culto dominical que temos a oportunidade de termos comunhão com os irmãos, animarmos uns aos outros enquanto cantamos uns aos outros (não somente para Deus), pois o canto também ensina. Podemos, ainda, ouvir uma mensagem preparada por um alguém durante a semana, orarmos e tirarmos um tempo para conversar com os irmãos.

Daí a importância de chegarmos cedo (dificilmente lá em casa chegamos depois da 8h30, o culto nos Pimentas começa às 9:00 horas da manhã), participar de tudo e nos colocar como parte integrante, não somente ouvintes ou espectadores do culto.

Atos 2:46 diz: “Diariamente perseveravam unânimes no templo, partiam o pão de casa em casa e tomavam as suas refeições com alegria e singeleza de coração.”

Os irmãos no início da igreja reuniam-se diariamente. Hoje acredito não ser isso possível, assim não existe justificativa para deixarmos de participar do culto dominical.

Não estou falando que, se o deixarmos, perdemos automaticamente nossa salvação. Mas, quando passamos a nos afastar das reuniões da igreja (não somente no domingo), muitas vezes vamos nos esfriando, e as lacunas entre uma participação e outra vão aumentando. O resultado é que isso pode nos levar até mesmo a perder nossa salvação (sim, um cristão fiel pode perder sua salvação, conforme diz Hebreus 6:46 e 10:26-31). E, dentro do possível, é importante participarmos de todo encontro.

Lembro-me de uma quarta-feira quando recebi a ligação de um irmão para ir com ele assistir a uma partida de nosso time de futebol. Recusei o convite e à noite relatei a situação aos irmãos. Terminei dizendo: “Já pensou? Eu no estádio do Morumbi, Jesus volta e eu lá e não na reunião de quarta?” Um irmão recém-convertido disse: “Você estaria em maus lençóis com Jesus!” Eu disse então: “Claro que não, minha salvação não depende de ser encontrado assistindo a um jogo de futebol ou nas reuniões com os irmãos.” Alguém disse: “Por que, então, não foi?” Respondi para ele e para todos: “Porque em cada decisão vamos determinando a quem servimos e quais são nossos valores e nossas prioridades. E de nossas prioridades depende, sim, nossa salvação.”

Dessa forma “Não deixemos de nos congregar, como é costume de alguns. Pelo contrário, façamos admoestações, ainda mais agora que vocês veem que o Dia se aproxima.”, Hebreus 10:25

Print Friendly, PDF & Email

Sobre o autor

Comentários recentes

Comentários

Veja Isso Também

A Arte da Pregação, Crescimento da Igreja, Evangelismo, Grupos Pequenos, Ministérios, Música Vocal

Mais recentes