Selecione a página

INFERNO Nas palavras de Jesus

INFERNO Nas palavras de Jesus

“Jesus é quem mais fala sobre o inferno” é uma frase que já ouvi várias vezes e nunca dei muita atenção. Porém, ao pesquisar sua ocorrência no Novo Testamento fiquei surpreendido ao confirmar que, de fato, em 75% das 20 vezes que ela é citada, isto é, em 15, sai dos lábios de Jesus (Mateus 5:22, 5:29, 5:30, 10:28, 11:23, 16:18, 18:9, 23:15, 23:33, Marcos 9:43, 9:45, 9:47, Lucas 10:15, 12:5 e 16:23). Mais surpresa e até temeroso fiquei ao notar que das 15 vezes em que fala sobre inferno Jesus utiliza a palavra grega geena (γεενναν) em 11 oportunidades e somente em 4 delas usa a palavra hades (αδου).

Hades era considerado pelos gregos o lugar onde os mortos ficavam e Jesus algumas vezes pega emprestado esta palavra para falar da realidade do onde se encontram aqueles que morreram e aguardam o julgamento. Ela ocorre, por exemplo, na parábola do rico e Lázaro em Lucas 16:23.

Geena, entretanto, mostra uma outra realidade. As pessoas da época de Jesus estavam familiarizadas com este termo, pois conheciam bem o Geh Ben-Hinom, literalmente o Vale do filho de Hinon, que se tratava de um depósito de lixo localizado fora das muralhas de Jerusalém. Ali eram lançados os cadáveres de pessoas que eram consideradas indignas, restos de animais, e toda outra espécie de imundície. Usava-se enxofre para manter o fogo aceso e queimar o lixo. No passado reis idólatras de Israel queimaram pessoas, alguns os seus próprios filhos, em honra ao deus cananeu Moloque (2 Crônicas 33:1).

Por que o próprio Jesus utiliza tanto esta palavra? A resposta pode estar em uma das suas ocorrências, Marcos 9:43-48 “Se a sua mão o fizer tropeçar, corte-a. É melhor entrar na vida mutilado do que, tendo as duas mãos, ir para o inferno, onde o fogo nunca se apaga, onde o seu verme não morre, e o fogo não se apaga. E se o seu pé o fizer tropeçar, corte-o. É melhor entrar na vida aleijado do que, tendo os dois pés, ser lançado no inferno, onde o seu verme não morre, e o fogo não se apaga. E se o seu olho o fizer tropeçar, arranque-o. É melhor entrar no Reino de Deus com um só olho do que, tendo os dois olhos, ser lançado no inferno, onde “o seu verme não morre, e o fogo não se apaga”((Nota de rodapé:
Ocorrências da palavra inferno na Bíblia (geena, hades e tártaro): Mateus 5:22 –geena, Mateus 5:29 – geena, Mateus 5:30 – geena, Mateus 10:28 – geena, Mateus 11:23 – hades, Mateus 16:18 – hades, Mateus 18:9 – geena, Mateus 23:15 – geena, Mateus 23:33 – geena, Marcos 9:43 – geena
Marcos 9:45- geena, Marcos 9:47 – geena, Lucas 10:15 – hades, Lucas 12:5 – geena, Lucas 16:23 – hades, Tiago 3:6 – geena, 2 Pedro 2:4 – tártaro, Apocalipse 1:18 – hades, Apocalipse 6:8 – hades, Apocalipse 20:14 – hades))

Jesus nos incentiva a vivar uma vida santa e um dos motivos é que são nossas ações nesta terra que definirão onde passaremos a eternidade: com Deus ou afastado dele por toda a eternidade. É como se ele estivesse dizendo: “vocês querem ter uma ideia do que é uma vida afastada de Deus? Pensem no depósito de lixo, no vale de Hinon, no Geena. Lembrem-se que ali o fogo é inextinguível, isto é, o sofrimento não para. É nesta realidade que passarão aqueles que insistem em viver do que jeito que desejam e não levam seu Criador a sério.”

Muitos se referem a Jesus apenas pensando em amor e aceitação. Mas ele também fala do outro lado da moeda do destino eterno. E se há alguém que tem autoridade para falar sobre inferno, tinha mesmo que ser Jesus. Afinal, para Ele, o inferno é tão repugnante, que não hesitou em viver nesta terra uma vida perfeita, morrer na cruz e comprar o passaporte para nós, que por crermos e o obedecermos, não passaremos a eternidade no inferno, mas ao lado do Pai celestial, nas mansões celestiais que estão sendo preparadas pelo nosso Senhor e Salvador. Que isto nos motive a sermos, mais e mais, discípulos obedientes.((Nota: Publicado originalmente na Revista Edificação, edição de junho de 2016, Projeto Alcance.))

Print Friendly, PDF & Email

Sobre o autor

Comentários recentes

Comentários

Veja Isso Também

A Arte da Pregação, Crescimento da Igreja, Evangelismo, Grupos Pequenos, Ministérios, Música Vocal

Mais recentes