Select Page

A Graça é Suficiente

A Graça é Suficiente

Lembro de uma ilustração que o José Luiz de Campo Grande escreveu no livro “Para a Luz”. Ele falou sobre ter uma máquina do tempo e poder voltar para desfazer tudo o que alguém fez de errado. Eu queria ter uma máquina do tempo e poder consertar um monte de coisas que fiz e não posso nem sequer falar. E nada de ficar pensando aí o que é, porque se fizer isso eu fico aqui pensando de você, hein! Me sinto um pouco menos mal por saber que não estou sozinho na fila esperando a máquina do tempo ficar pronta a tempo.

Um grande defeito que tenho é ser perfeccionista. Tá, eu tô rindo aqui com essa também. Desde quando ser perfeccionista é um erro? Esta é uma dica para o que não falar numa entrevista de emprego. Um pouco mais sério agora… Me envergonho de palavras que disse e não posso voltar para, pelo menos tapar os ouvidos de quem ouviu. Me arrependo de ter pensado mal de algumas pessoas e por estar totalmente enganado sobre elas. Me arrependo por ter desejado o que não precisava e reconheço que o pecado é luxo e supérfluo. Depois de tanto tempo de vida ainda não cheguei à perfeição como gostaria. Pensava quando criança que adulto não pecava mais.

Você se identifica comigo? Você perde a calma quando não custava nada ter ficado calado? Você se defende inutilmente quando está errado? Você raramente admite os seus erros? Que bom temos tantas coisas em comum.

“Nesse homem me gloriarei, mas não em mim mesmo, a não ser em minhas fraquezas. Mesmo que eu preferisse gloriar-me não seria insensato, porque estaria falando a verdade. Evito fazer isso para que ninguém pense a meu respeito mais do que em mim vê ou de mim ouve. Para impedir que eu me exaltasse por causa da grandeza dessas revelações, foi-me dado um espinho na carne, um mensageiro de Satanás, para me atormentar.” (2 Coríntios 12:5-7)

Neste ponto eu procuro me identificar com o apóstolo Paulo quando ele disse que tinha um espinho na carne. Não tenho ideia do que era, mas o meu espinho eu sei o que é. Acredito que todos nós temos espinho na carne para nos colocar em nosso lugar, o lugar de servo, de humildade, de dever o amor ao próximo. Gostaria de ter outras virtudes que tinha o apóstolo Paulo e não só os defeitos.

Vou continuar orando, lutando contra o pecado, porque sei que a derrota é não lutar, porque já sei a resposta é a mesma, mesmo que eu ainda não mude imediatamente como gostaria… a resposta é a mesma pra eu e para você…

“Três vezes roguei ao Senhor que o tirasse de mim. Mas ele me disse: “Minha graça é suficiente para você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza”. Portanto, eu me gloriarei ainda mais alegremente em minhas fraquezas, para que o poder de Cristo repouse em mim. Por isso, por amor de Cristo, regozijo-me nas fraquezas, nos insultos, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias. Pois, quando sou fraco é que sou forte.” (2 Coríntios 12:8-10)

Então, obrigado, Senhor, pela minha fraqueza, pelas minhas quedas, me dando forças para levantar, me dando espaço no coração para ainda me envergonhar, por nunca achar que o pecado é o normal, por depender de Cristo, depender do corpo de Cristo, meus irmãos, a igreja. Vejo, Senhor, seu poder na minha fraqueza em querer salvar um pecador como eu.

About The Author

Recent Reviews

Comentários

Veja Isso Também

A Arte da Pregação, Crescimento da Igreja, Evangelismo, Grupos Pequenos, Ministérios, Música Vocal

Latest