Selecione a página

De Desesperados a Embaixadores

De Desesperados a Embaixadores

Você já saiu do Brasil? Fez uma viagem internacional? A primeira viagem internacional que fiz foi dentro do Brasil. Isso foi quando fui a uma embaixada. Você já foi à uma embaixada de algum país? Então você já saiu do país mesmo estando dentro do país. Sabia que quando você vai à uma embaixada você está indo a um território estrangeiro? Pelo menos essa é a lenda popular, mas espiritualmente falando, essa é uma verdade.

Quando nós nos reunimos como igreja, saímos deste mundo por aquele momento e nos transportamos para o Reino do Filho do amor de Deus. Estamos em terra sagrada, não por causa do lugar, não por causa que o prédio vira um tempo, mas por causa do sangue de Jesus que circula em nós naquele momento em que estamos andando na luz e Ele nos purifica de todo pecado (1 Jo 1:7).

Talvez você lembra da história de José que foi vendido como escravo por seus próprios irmãos e foi parar no Egito. Deus estava com ele e tudo em que ele tocava, prosperava, porque José também andava com Deus. Novamente a sua história o leva ao fundo do poço para que ele pudesse assumir o posto mais alto daquela terra. A história de José é a nossa história em Cristo. José nos representa. Nós, de escravos do pecado a livres e embaixadores de Deus.

Nossa identidade, não somente naquele momento de adoração, é de embaixadores. Sim, nós que outrora éramos filhos das trevas fomos chamados par a luz maravilhosa que proclamamos e fomos capacitados para isso. Deus nos chama de especiais.

“Vocês, porém, são geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo exclusivo de Deus, para anunciar as grandezas daquele que os chamou das trevas para a sua maravilhosa luz. Antes vocês nem sequer eram povo, mas agora são povo de Deus; não haviam recebido misericórdia, mas agora a receberam.” (1 Pedro 2:9,10)

Deus te chamou das trevas e te qualificou para que você anuncie as Suas grandezas. Ele nos fez alguém especial nos dando o seu próprio filho como sacrifício pelos nossos pecados. Recebemos misericórdia e Ele nos fez seu povo. Somos uma nação de embaixadores agradecidos pela misericórdia recebida e devemos ocupar o nosso tempo com um só objetivo: chamar a todos para que também possam fazer parte desta nação que está de portas abertas para imigrantes, desesperados, pobres, fracos e pecadores. Ele está chamando àqueles que perderam tudo e que não são mais nada neste mundo para aquele mundo do porvir. Ele quer lhes dar cidadania, esperança e herança.

Nosso objetivo não é mudar a situação política deste mundo, não é mudar o nosso irmão defeituoso, não é ceifar. Nosso objetivo é lançar a semente da esperança aos corações que, como nós, estávamos perdidos. Quando perdemos o foco, começamos a olhar para os lados e para trás. Nosso objetivo é apelar ao amor de Cristo a ponto de constrangermos as pessoas como um dia fomos constrangidos. Nossa voz é a personificação da voz de Deus. O apóstolo Paulo resumiu bem tudo isso num só versículo:

“Portanto, somos embaixadores de Cristo, como se Deus estivesse fazendo o seu apelo por nosso intermédio. Por amor a Cristo lhes suplicamos: Reconciliem-se com Deus.” (2 Coríntios 5:20)

Continuemos fazer este apelo para o mundo certos de que podemos sofrer as consequências de ser acusados de estarmos nos intrometendo na vida dos outros, interferindo nos seus direitos, julgando, etc. Porém, um dia, como embaixadores que fizeram bem o seu trabalho, seremos condecorados pelo Senhor pessoalmente. Compartilhemos em nossos perfis das redes sociais e falemos pessoalmente para os nossos conhecidos:

POR AMOR A CRISTO LHES SUPLICAMOS: RECONCILIEM-SE COM DEUS!

Print Friendly, PDF & Email

Sobre o autor

Comentários recentes

Comentários

Veja Isso Também

A Arte da Pregação, Crescimento da Igreja, Evangelismo, Grupos Pequenos, Ministérios, Música Vocal

Mais recentes