Select Page

Avivamento Espiritual na Bíblia

Avivamento Espiritual na Bíblia

“E leu no livro, diante da praça, que está fronteira à Porta das Águas, desde a alva até ao meio dia, perante homens e mulheres e os que podiam entender; e todo o povo tinha os ouvidos atentos ao Livro da Lei” – Neemias 8:3

Muito se fala em avivamento bíblico, mas, afinal, o que é isto? Como o próprio nome diz, o verdadeiro avivamento sempre se começa com uma volta à Palavra do Senhor. Na história de Israel, nos diversos momentos em que o povo avivou para Deus, sempre o fez buscando sabedoria e orientação na Palavra Divina. Foi o que aconteceu na época de Josias (2 Crônicas 34:14-28), quando o livro da lei de Deus foi encontrado (veja onde chegou a queda espiritual do povo a ponto da Lei de Moisés ter se perdido). Também na época de Josafá e Ezequias, bons reis de Judá, o despertar espiritual sempre se operou com um retorno à Palavra de Deus (2 Crônicas 17 e 29-31). Também foi a Palavra de Deus que levou o rei e os moradores de Nínive se arrependeram, mesmo com um pregador que não se esforçou tanto, Jonas.
Além do retorno à Bíblia, um avivamento bíblico sempre vem acompanhado por muita oração, em especial, de reconhecimento da justiça de Deus, na justiça de sua punição, no corar de vergonha do pecador e na confiança na misericórdia e paciência do Senhor. Foi desta maneira que Esdras (9) e Neemias (9) se dirigiram a Deus, bem como Daniel, quando percebeu, pela Palavra, que o tempo de cativeiro tinha se cumprido (Daniel 9). Somente quando há corações compungidos e contritos e reconhecimento da falência espiritual é que Deus pode agir, mostrando assim como são felizes os pobres de espírito, os que têm sede e fome de justiça e os que choram (Mateus 5:3, 4 e 6).
E, junto com o estudo minucioso da Palavra de Deus e a confissão, vem a decisão de mudar, mesmo que seja decisão radical, como “cortar a mão ou o pé que faz pecar” (Marcos 9:43-47). Foi o que fizeram os judeus na época de Esdras, ao despedir suas mulheres, uma vez que seus casamentos mistos desagradavam ao Senhor.
E nos dias de hoje, pode haver avivamento entre nós? A resposta é: claro que sim!
Para que ocorra, precisamos voltar a não apenas ler, mas estudar a Palavra de Deus com dedicação. Lembro-me da época em que ser membro da igreja de Cristo era sinônimo de conhecimento bíblico. Hoje vejo com tristeza (digo isto com amor) irmãos ignorantes da boa Palavra, que quase não abrem a Bíblia para ler, muito menos estudar. Junto com a volta à Bíblia, precisamos orar mais. Nos Pimentas, mudamos nossas reuniões de quarta-feira para que tenha mais momentos de oração, criamos mais uma oração no culto dominical e estamos insistindo para que os irmãos orem pela igreja e pela conversão de muitas pessoas em suas casas.
Dar atenção a Palavra de Deus, orar e jejuar, ter um coração contrito, humilde e arrependido, eis a receita para um grande avivamento espiritual que poderá acontecer na igreja brasileira e que trará crescimento espiritual a todos nós. Que assim seja!

About The Author

Recent Reviews

Recent Comments

Veja Isso Também

A Arte da Pregação, Crescimento da Igreja, Evangelismo, Grupos Pequenos, Ministérios, Música Vocal

Latest