Selecione a página

Autoridade na Fé

Autoridade na Fé

Um homem foi morar na Inglaterra e um dia saiu para comprar algumas frutas. Chegou numa banca na rua e foi pegando as frutas que queria com as mãos. O dono da banca lhe disse:

– Ei, você não na pode fazer isso aqui. Aqui quem pega as frutas sou eu.
– E desde quando isso é assim? Questionou o homem.
– Em qualquer lugar que vou as pessoas tratam bem aos fregueses.
– Isso em outros lugares, aqui é assim, aqui o que vale são as minhas regras.
– Certo, então fique com suas frutas e suas regras.

Já imaginou esta cena no mercado onde você vai? Imagine cada lugar tendo sua própria regra. Um exemplo que dou para as pessoas com quem estudo a Bíblia é de um engenheiro falando com o pedreiro. Ele fala para o pedreiro construir uma parede numa creche. O pedreiro vai querer saber detalhes. Será que o engenheiro vai dizer que a parede deve ter uns 15 palmos? O pedreiro ficaria perdido com isso. Ele não saberia se deveria usar como base a sua própria mão, a do engenheiro ou a medida do palmo da mão de uma criança.

Veja que regras pessoais e medidas pessoais não são bem vindas para as coisas sérias. Se construções e relacionamentos financeiros são coisas sérias, imagine então a nossa alma. A nossa alma é a coisa mais séria que temos. Não devemos deixar ninguém brincar com ela usando opiniões pessoais, proibindo alimentos, criando dias e festas religiosas especiais, guiando-se pelos astros, fazendo-se de humilde, baseando-se em visões, em mensagens de anjos criados nas suas mentes carnais, criando regras, preceitos e doutrinas estranhas e particulares. São coisas que têm aparência religiosa e de santidade, mas não têm valor nenhum contra o pecado.

“Portanto, não permitam que ninguém os julgue pelo que vocês comem ou bebem, ou com relação a alguma festividade religiosa ou à celebração das luas novas ou dos dias de sábado. Estas coisas são sombras do que haveria de vir; a realidade, porém, encontra-se em Cristo. Não permitam que ninguém que tenha prazer numa falsa humildade e na adoração de anjos os impeça de alcançar o prêmio. Tal pessoa conta detalhadamente suas visões, e sua mente carnal a torna orgulhosa. Trata-se de alguém que não está unido à Cabeça, a partir da qual todo o corpo, sustentado e unido por seus ligamentos e juntas, efetua o crescimento dado por Deus. Já que vocês morreram com Cristo para os princípios elementares deste mundo, por que é que vocês, então, como se ainda pertencessem a ele, se submetem a regras: “Não manuseie! ” “Não prove! ” “Não toque! “? Todas essas coisas estão destinadas a perecer pelo uso, pois se baseiam em mandamentos e ensinos humanos. Essas regras têm, de fato, aparência de sabedoria, com sua pretensa religiosidade, falsa humildade e severidade” (Colossenses 2:16-23)

Se precisamos uma regra, deve ser uma que é a mesma para todos nós e com equidade. O sinal de trânsito, por exemplo, é uma regra que vale para todos. Quando alguns fazem as suas próprias regras ou quebram as regras no transito a que todos se submetem e que todos aceitam, logo se arriscam e até mesmo se tornam vítimas de acidentes e, pior ainda, fazem mal aos outros.

A Bíblia é a regra. A Bíblia é a nossa autoridade na fé. Se cada um de nós faz a sua própria regra de fé, então teremos um grande problema. É a palavra que nos cria fé verdadeira (Rm 10:17), protege nossa alma e nos salva (Tg 1:21). É a palavra de Deus que nos justificará ou nos julgará no último dia (Jo 12:47, 48). Então é ela o que devemos tanto respeitar quanto obedecer.

Duvide de todas as teorias religiosas e doutrinas denominacionais. Coloque a Bíblia como Palavra inicial e final de Deus para a sua vida. Faça dela uma autoridade de fé na religião. Ao contrário das pessoas que têm má intenção e querem explorar uns aos outros e comercializar a fé, a Palavra de Deus só tem o interesse de salvar sua alma. Acredite na Bíblia, estude-a mais, medite nas suas palavras.

Sobre o autor

Comentários recentes

Comentários

Veja Isso Também

A Arte da Pregação, Crescimento da Igreja, Evangelismo, Grupos Pequenos, Ministérios, Música Vocal

Mais recentes