Selecione a página

Andando Sobre Brasas

Andando Sobre Brasas

Imagine que você acabou de comprar um carro sedan zero kilometro. Todo equipado, câmbio automático, computador de bordo, controle de tração, rodas de liga leve. Você deve estar todo feliz, não é, pois bem, pra manchar um pouco esta felicidade você descobre, duas semanas depois de ter comprado o seu carro novo, que uma marca conceituada acabou de lançar um SUV com tudo o que você comprou e muito mais. Ar condicionado digital, multimídia com conexão via Internet, assistente pessoal de voz, semi-autonomo, câmeras 360º e tudo o que você sempre quis e nem sabia que existia num carro por muito menos do que você acabou de pagar no seu carro. Como é que você olha para o seu carro agora? Apesar de ser um carro zero, você tem aquele sentimento de que poderia ter mais vantagem naquela outro modelo. Por que você não pesquisou mais? Por que você não esperou um pouco mais, mas agora vai ter que ficar alguns anos com aquele carro que você comprou…

Se você conseguiu seguir meu raciocínio acima, talvez você entenda um pouco o que sente uma pessoa que está sendo tentada ao adultério. Este é um assunto que precisamos falar mais para ver menos acontecer, principalmente com a gente. Sim, este assunto é para você que é casado.

Voltando para aquela ilustração acima, talvez você se sinta melhor se alguém entra no seu carro e diz: “Puxa, que carro bacana, hein!”. O meu carro não tem nada disso. É um de 1997, pelo menos tá pago e ainda anda… Por que você tem que deixar os outros valorizarem o que você tem? Lembra quando você orou e orou para Deus e agora você vive a resposta, vai realmente ser mal agradecido e ficar desejando o carro do seu próximo? Aprenda a ser agradecido pelo que tem!

“Pode alguém colocar fogo no peito sem queimar a roupa? Pode alguém andar sobre brasas sem queimar os pés? Assim acontece com quem se deita com mulher alheia; ninguém que a toque ficará sem castigo.“ (Provérbios 6:27-29)

Raramente ouvimos uma mensagem sobre os perigos do adultério. Brincar com o adultério é brincar com fogo. Pode até ser excitante, mas vai se queimar. Quando uma pessoa busca voluntariamente saber mais sobre este assunto, muitas vezes é tarde demais.

Começa pelo desejo, no pensamento (Mt 5:27-30). Devemos ensinar e aprender a controlar os desejos. Não cobiçar a mulher do próximo. Não olhar com malícia para o homem da outra. Não se insinuar sexualmente. Não brincar com fogo. É um dos mandamentos mais importantes destacados por Deus desde o começo da humanidade. Quanto maior for sua cobiça, maior será sua tentação. Você vai ter forças para dizer não a si mesmo?

Não adulterarás… “Não cobiçarás a casa do teu próximo. Não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem seus servos ou servas, nem seu boi ou jumento, nem coisa alguma que lhe pertença”. (Êxodo 20:14 e 17)

Nenhum pai ou mãe deseja mal para os filhos e por isso os instrui no caminho direito em que devem andar. Pelo bom senso os pais instruem a não roubar, pois as consequências são imprevisíveis. Adultério é roubar o cônjuge alheio é brincar com o fogo da paixão alheia, como consequência nem o arrependimento apagará o fogo do ódio da traição.

Se aproxime dos sábios conselhos de Deus. Veja os exemplos ao seu redor e saiba que não dá certo o adultério. Se há alguma coisa que Deus odeia é isso o adultério e o divórcio (Ml 2:16). Deus sabe bem o que é ser traído e abandonado e Ele não quer ver ninguém sofrendo o que Ele sofre milhares de vezes por dia. Se aproxime das palavras sábias quando estiver se sentindo tentado.

Beba das águas da sua cisterna, das águas que brotam do seu próprio poço. Por que deixar que as suas fontes transbordem pelas ruas, e os teus ribeiros pelas praças? Que elas sejam exclusivamente suas, nunca repartidas com estranhos. Seja bendita a sua fonte! Alegre-se com a esposa da sua juventude. Gazela amorosa, corça graciosa; que os seios de sua esposa sempre o fartem de prazer, e sempre o embriaguem os carinhos dela. Por que, meu filho, ser desencaminhado pela mulher imoral? Por que abraçar o seio de uma leviana? O Senhor vê os caminhos do homem e examina todos os seus passos. As maldades do ímpio o prendem; ele se torna prisioneiro das cordas do seu pecado. Certamente morrerá por falta de disciplina; andará cambaleando por causa da sua insensatez.” (Provérbios 5:15-23)

As mulheres também devem tomar cuidado com o adultério. Muitas vezes as mulheres não são as vítimas. Se de um lado há uma mulher que se sente vítima, do outro há uma que está participando do adultério. Não seja aquele mulher que seduz e provoca. Hoje, na frente da TV, muitas mulheres alimentam seus olhos, mentes e corações com o adultério através de novelas e filmes. Estão cada vez mais tolerantes às traições, mas um dia elas mesmas podem cair nas brasas e se queimar. Vamos pregar a fidelidade, o amor a Deus acima de todas as coisas e ao próximo como Jesus nos amou. Vamos pregar a pureza no casamento e no leito conjugal. Vamos na contramão deste mundo. Mulheres também podem ser imorais e levianas e quando chegam a este ponto, tornam-se piores do que os homens.

“O casamento deve ser honrado por todos; o leito conjugal, conservado puro; pois Deus julgará os imorais e os adúlteros.” (Hebreus 13:4)

Sobre o autor

Comentários recentes

Comentários

Veja Isso Também

A Arte da Pregação, Crescimento da Igreja, Evangelismo, Grupos Pequenos, Ministérios, Música Vocal

Mais recentes