A mulher de Ló

0
97

Ela é uma daquelas mulheres que pouco se sabe sobre elas na Bíblia. Sem nome e história, a não ser por um único fato: OLHOU PARA TRÁS E VIROU ESTÁTUA DE SAL. Esse é o resumo descritivo da mulher de Ló. Quando alguém se lembra dela para fazer parte de uma trívia bíblica, essa é a pergunta mais óbvia: quem olhou para trás e virou estátua de sal? Resposta: Dona Ló!

Não sabemos se ela saiu de Ur com Ló quando Deus chamou Abraão (ainda Abrão) para seguir para a terra que Deus mostraria (mais provável), ou se ela casou depois, durante a jornada que fizeram. Mas sabemos que eles eram casados e tiveram duas filhas e moraram em Sodoma.

Há um versículo bíblico que diz que pelos frutos conhecemos a árvore (Lucas 6.44) . A julgar pelas filhas-frutas de Dona Ló, ela e o marido não eram uma árvore lá muito boa.

Quando lemos o relato da destruição de Sodoma e Gomorra em Gênesis 19, vemos um Ló inconstante. Ora querendo salvar os homens (anjos) que estavam hospedados em sua casa e ora resistindo em sair e fugir. Sua procrastinação foi tamanha que os anjos os tiraram, ele e a sua família, á força (versículo 16) e não só isso, Ló não quis ir para onde o anjo mandou que ele fugisse, quis ficar mais perto. Tudo isso indicava uma resistência muito grande em obedecer ordens embora ele soubesse que eram ordens diretas de Deus e reconhecesse que ali estavam anjos do Senhor para livrá-los da morte e da destruição.

Os rapazes que se casariam com as suas filhas pereceram porque não quiseram ir. Perderam a saída da vida. Ló e sua família saíram, entretanto sua esposa olhou para trás. Interessante que essa esposa estava “oculta” todo o tempo. Ela aparece apenas nesse momento, andando junto com a sua família e, de repente…

O que ela queria ver? Essa pergunta talvez só ela possa responder. Um apego ao que deixara? Sua casa, talvez? Ou sua vida antiga? Ou ainda se o que Deus dissera, realmente, iria acontecer?

Sua atitude determinou sua morte. Sua morte, se não determinou facilitou, que suas filhas se deitassem com o pai e fizessem surgir dois povos dos mais abomináveis na bíblia: Os Moabitas e os Amonitas.

ENSINANDO AS MAIS NOVAS:

Antes que você jogue um balde de água e desfaça a Dona Ló em uma pocinha salgada eu quero lhe alertar para duas coisas que a história dela pode lhe ensinar:

1- Não se apegue ao mal. As coisas más deste mundo perecerão um dia. Se você estiver apegada vai perecer junto. A atitude da Dona Ló não teve nada a ver com as atitudes do marido dela. Ela escolheu olhar para trás. Somente ela pereceu.
2- Se o mal está no seu passado, continue andando e subindo em direção às montanhas. Não olhe para trás. Pelo sangue de Cristo você se tornou nova criatura, as coisas antigas já passaram!