Select Page

A Família Como Reino de Deus 1ª Palestra – “Venha a nós o Teu reino!”

A Família Como Reino de Deus 1ª Palestra – “Venha a nós o Teu reino!”

INTRODUÇÃO

“Porque eu o escolhi para que ordene aos seus filhos e a sua casa depois dele, a fim de que guardem o caminho do SENHOR e pratiquem a justiça e o juízo, para que o SENHOR faça vir sobre Abraão o que lhe prometeu.” – Gênesis 18:19

Na Bíblia, o reino de Deus é formado por famílias. É através das famílias que o governo ou domínio de Deus se expande.

No Novo Testamento, as igrejas são formadas por famílias – na casa de Áquila e Priscila, de Filemon e Áfia – não existe a separação que tentamos fazer hoje em razão de nossa herança religiosa, quando pensamos em “família no reino”. Na mente de Deus a família deve ser o reino, ou um pedaço do seu domínio que se estende sobre toda a terra.

I – “VENHA A NÓS O TEU REINO”

“Portanto, orem assim: “Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome, venha o teu reino; seja feita a tua vontade, assim na terra como nos céus”. – Mateus 6:9

A igreja, o reino de Deus aqui na terra, faz parte das aulas bíblicas que temos antes de decidirmos entregar nossas vidas ao senhorio de Jesus.

Reino – governo, poder de fazer acontecer, o cuidado que o Senhor tem para com os seus.

No início da vida cristã aprendi que não precisamos mais orar: “Venha a nós o teu reino”, porque ele já veio no dia de Pentecostes, e a igreja é o reino de Deus aqui na terra. Certo?

Depende. Do que nós entendemos como igreja. Na cultura religiosa a igreja se resume em cada domingo juntar com algumas pessoas e participarmos de um culto, uma reunião de aproximadamente 1 hora e meia a 2 horas.

Quem faz isto (e olha que nem todos fazem) está participando do reino de Deus. Imagine quem participa nas reuniões de quarta-feira? Pronto, está colocando o reino em primeiro lugar… Será?

Porém, buscar o reino de Deus em primeiro lugar não é somente participar de eventos e reuniões, apesar de serem muito importantes.

Deus reina sobre tudo e todos na história, porém, a Bíblia mostra tanto no Velho Testamento como no Novo Testamento, que, de maneira individual e voluntária, Ele reina na vida dos que confessaram e aceitam serem governador e cuidados Ele. No Velho Testamento foram os judeus, no Novo Testamento é a igreja.

Ele reina não somente mandando ou governando a vida dos seus, Ele também é o bom pastor que cuida e pastoreia as suas ovelhas.

II – O REINO DE DEUS NA BÍBLIA

Na Bíblia, o termo “reino” vem do grego “Basileia”, soberania, poder real, domínio absoluto.
Assim, quando penso no governo absoluto de Deus na vida de todos nós que participamos do culto dominical ou das reuniões da igreja, quero dizer que precisamos, sim, continuar orando: “Venha a nós o teu reino?”. Vou explicar:

No domingo de manhã a maioria de nós tem as palavras certas (Deus te abençoe, obrigado), tem as atitudes certas (um sorriso no rosto, paciência no trato com os irmãos e mesmo entre as famílias).
Jesus parece dominar integralmente sobre nós no domingo de manhã, quando estamos reunidos em nossos cultos, mas…

Aparece lá em casa durante a semana, no dia a dia, nos momentos de crises, nas minhas relações familiares.

Se você aparecesse invisível lá em casa durante a semana, e passasse uma semana comigo e com minha esposa, você veria razões para continuarmos orando:

“Venha a nós o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como nos céus”.

Mesmo entre nós, em nossos relacionamentos, enquanto nos reunimos com os irmãos, vemos doenças espirituais e essas doenças espirituais (falta de perdão, ressentimentos, brigas, etc), nada mais são do que um reflexo daquilo que vivemos de segunda a sábado em nossos lares onde nem sempre Jesus reina de forma plena.

A luta desenfreada não pelo “pão nosso de cada dia”, mas pela competição em ter o que o nosso vizinho tem, mostra até que ponto o domínio de Jesus sobre nós É REALMENTE EXISTENTE. – Confiamos mesmo no Rei para cuidar de nós?

III – CULTO DOMINICAL É REFLEXO DOS 6 DIAS DURANTE A SEMANA.

PENSE COMIGO…

Na maneira como você tratou sua esposa esta semana…
Na maneira como você tratou seu marido esta semana…
Na maneira como você se relacionou com seus filhos esta semana…
Na valorização ou falta dela para com seus pais esta semana…
Em como se relaciona com seus irmãos em casa…
Em como gastou e no que a maior parte do seu tempo esta semana…
Onde você aplica boa parte do seu dinheiro…
Na forma como você ganhou o seu dinheiro este mês…

E o seu carro? Sua casa? De que maneira eles têm sido utilizados na expansão do governo de Jesus sobre as pessoas?

Estas respostas dizem até que ponto o rei Jesus governa as nossas vidas e se precisamos ou não continuar pedindo “Venha a nós o teu reino, faça-se a tua vontade assim na terra como no céu.”

IV – O REINO EXPANDIDO ONDE VOCÊ ESTIVER

Agora pensemos nos diversos lugares que estamos presentes durante a nossa vida…

Lá no trabalho, o reino de Deus já chegou lá?

Eu, como cidadão do reino, tenho feito o que para que o reino também chegue lá, naquelas pessoas que trabalham comigo?

Lá na escola, as pessoas ao meu redor veem em mim atitudes de um cidadão do reino? O que tenho feito para que o reino chegue lá?

Lá na minha vizinhança, o que tenho feito para que o reino de Deus chegue na minha rua?

Meus vizinhos identificam a minha casa como um lugar onde Jesus reina plenamente ou pelo menos é destaque?

Quanta gasolina, quanta sola de sapato, quanto do meu tempo tenho gasto na expansão do reino de Deus?

Eu, como marido e líder do meu lar, tenho vivido de tal maneira que minha esposa e filhos veem em mim atitudes de Jesus? Como alguém cada vez mais dominado por Jesus?

Você, como esposa, tem contribuído para que meu marido desenvolva seu papel de líder espiritual no meu lar?

Nós, pais, temos sido um exemplo de atitudes cristãs que contagiam nossos filhos ou nossas incoerências têm afastado nossos filhos de Jesus?

CONCLUSÃO

Faz mais de 30 anos que elegi Jesus como o governador da minha vida…

Muitas áreas de minha vida pertencem a Jesus: meu tempo, meu dinheiro, minhas prioridades. Dinheiro já não me chama a atenção, bens materiais também não, os negócios deste mundo, como a política, estou livre. Minha frase: SEGUIR A JESUS, O MAIS FASCINANTE PROJETO DE VIDA

Porém, apesar de eleito Jesus, há áreas em que Ele não tomou posse…

Ainda há drogas na minha vida –Sofro quando meu time perde e gasto energia nisso.

Ainda há muito orgulho, um coração que ainda se ressente muito quando é ferido, há o ego, há pecados ainda não vencidos.
Para exemplificar, costumo dizer que tenha minha “lista de desafetos”, pessoas que ainda não perdoei totalmente por erros que cometeram contra mim.
Em 2014 eram mais de 20 pessoas, hoje, graças a Deus, o número posso contar com os dedos de uma mão.
Minha língua muitas vezes é ferina, em especial com minha esposa… Tenho orado praticamente todos os dias para que Jesus também reine nessas áreas. Isto é, Jesus está longe de governar de maneira plena minha língua.

E você? Qual a área de sua vida que você mais gostaria de ver o reino de Deus chegando, o governo de Jesus chegando…

Nos seus pensamentos impuros, na sua língua ferina, nos seus ressentimentos, na sua incapacidade de perdoar, nos seus desafetos não perdoados?

Pense nas áreas de sua vida onde Jesus está batendo e você ainda não abriu, como a igreja Laodiceia em Apocalipse 3:20.

Quando ler a oração do Pai Nosso, lembre-se, que até Jesus voltar, sempre haverá áreas na sua vida em que precisar dizer “Venha a mim, Senhor, o teu reino”.

Quando Jesus governar cada membro de nossas famílias, todos confessarem Jesus como Senhor e serem batizados, todos não somente participarem junto com outras famílias do culto dominical e reuniões da igreja, mas permitirem todos os dias que Jesus governe atitudes, palavras, valores, enfim, a vida, poderemos parar de orar a oração do Pai Nosso.

E a união dessas famílias forma a igreja, o reino de Deus aqui na terra, cada família conquistando outras famílias ainda não dominadas pelo Senhor.

Até lá, sim, vamos orar: “Senhor, venha a nós o Teu reino!”

Nota: Esta palestra faz parte de uma série de palestras ministradas no Acampamento da Família da igreja de Cristo em Guarulhos, Centro, nos dias 12, 13 14 de outubro de 2018.

About The Author

Recent Reviews

Recent Comments

Veja Isso Também

A Arte da Pregação, Crescimento da Igreja, Evangelismo, Grupos Pequenos, Ministérios, Música Vocal

Latest