Select Page

À Espera de Um Milagre

À Espera de Um Milagre

Quer assustar um bom homem? Quer deixá-lo desnorteado? É só começar a chorar diante dele!
Os homens no geral não tem muita desenvoltura para lidar com o choro feminino. A primeira reação deles é procurar a causa das lágrimas para resolver de maneira bem prática. A outra reação mais provável é de considerar a mulher ‘infeliz’ ou ‘sensível demais’. A questão mais complicada para eles é entender que nós não choramos necessariamente porque estamos infelizes… mas o choro ajuda a regar os pensamentos, escoar as angústias, lubrificar as possíveis decisões, expressar contentamento, derramar as lamentações diante de Deus… enfim, é algo muito subjetivo mesmo!
Confesso que tenho me tornado profissional no assunto choro… tenho chorado de saudade, de alegria, de satisfação, mas também tenho sofrido, chorado e clamado a Deus por algumas mulheres, as quais tem passado por um período atribulado, confuso ou desértico. Tenho chorado à espera de milagres!
Resguardarei aqui o nome delas, mas, certamente, algumas dessas histórias podem soar bem familiares para você.
A primeira delas é uma mulher que está em processo de pedido de asilo no país, não fala a nossa língua, precisa cuidar dos filhos pequenos e vive ainda a angústia e temor de ter seus filhos separados dela – ela sente que depende da “justiça”, ou de um bom advogado.
Outra mulher, muito inteligente, dotada de linda voz e talento natural para o canto, dotes culinários, excelente administradora, que dá o melhor de si em tudo o que se propõe a fazer, mas, no momento não vê clareza em qual carreira seguir, se sentindo perdida e improdutiva no mundo – ela está no processo de acreditar que o seu valor não depende do ‘sucesso’ na carreira.
Há também uma jovem e sua família, que tem lutado contra a desesperança, ao acompanhar de perto uma doença usurpar a vivacidade, o vigor e a beleza da sua mãe – estas procuram viver intensamente um dia de cada vez, esperando o milagre da cura.
Ainda outra que luta diariamente contra as dores da fibromialgia, mas precisa dar conta dos afazeres e acredita que essa dor, se não a deixa fraca, pode deixa-la mais humana. Há aquelas que sofrem as dores diárias que não vem do corpo, mas de perdas, divórcio, lutos, traições, prisões e sofrimentos emocionais que parecem não ter fim… esperando o milagre de ter o coração restaurado.
Tenho sentido no coração uma inquietação ardente por essas mulheres; às vezes me sinto incompetente por não poder resolver nem sanar o sofrimento delas; outras vezes me sinto cansada só de acompanhar a batalha; às vezes consigo enxergar que posso confortá-las de algum modo. Mas me sinto extremamente útil, quando me coloco para interceder por cada uma delas, junto ao Pai Poderoso.

Alegrem-se na esperança, sejam pacientes na tribulação, perseverem na oração. (Romanos 12:12)

É provável que você conheça uma mulher com história parecida, ou você mesma esteja vivendo algo que te arranca lágrimas. É bem verdade que quando olho para a situação de algumas, penso: “só por um milagre”!
Então confio no Deus poderoso, que me mostra na Sua Palavra, os exemplos de mulheres que choraram, não economizaram lágrimas, derramaram seus prantos diante do Senhor… e puderam ver um milagre!
A Bíblia está cheia dessas mulheres que tiveram o pranto revertido em alegria: Em 1 Samuel, cap.1, Ana não se envergonha de derramar toda a angústia e a vergonha de ser estéril ao pés do Senhor, até que recebeu favor de ter em seu ventre o filho tão almejado; Em Lucas 7, uma viúva chorava no enterro do seu único filho e pôde ser consolada pelo próprio Jesus que passava por lá; Maria, irmã de Lázaro, pranteou o falecimento do seu irmão, mesmo confiando que Jesus podia reverter a situação (João 11); Maria Madalena, inconformada com a morte e desaparecimento do corpo de Jesus, chora diante do sepulcro até que vê novamente o seu “Rabôni” (João 20).
Não estou falando de esperar “revelações” de que tudo vai dar certo todo o tempo, ou sobre promessas infundadas de uma vida sem problemas… mas estou falando, sim, de um Deus Poderoso, que se fez carne e viveu aqui na terra, se compadeceu, chorou, sofreu e exerceu misericórdia. Este Deus é o mesmo ontem, hoje e sempre! Este Jesus, que ressuscitou dentre os mortos, foi o mesmo que disse:

“E tudo o que pedirem em oração, se crerem, vocês receberão”. (Mateus 21.22)

Assim desejo animar a todos os cristãos que estão à espera de um milagre, que possam perseverar em súplicas aos pés do nosso Deus, confiantes que o pranto não durará para sempre, só precisamos confiar que a vontade de Deus se fará e Ele, que quer sempre o melhor para nós, está pronto para enxugar as lágrimas e acalmar o pranto.

“pois o Poderoso fez grandes coisas em meu favor; santo é o seu nome.  A sua misericórdia estende-se aos que o temem, de geração em geração” (Lucas 1:49-50 NVI)

About The Author

Recent Reviews

Recent Comments

Veja Isso Também

A Arte da Pregação, Crescimento da Igreja, Evangelismo, Grupos Pequenos, Ministérios, Música Vocal

Latest