Um Chamado Para Missões Transculturais – Parte 4

Parte 4 – Levar a salvação ao mundo todo não é um projeto humano

“Como, porém, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem nada ouviram? E como ouvirão, se não há quem pregue? E como pregarão, se não forem enviados? Como está escrito: Quão formosos são os pés dos que anunciam coisas boas!” Romanos 10.14-15

A grande comissão de levar o evangelho de Cristo a todas as nações, segundo o apóstolo Paulo só é possível através da união de dois grupos de trabalhadores: aqueles que enviam e os que são enviados.

Da mesma forma que ao longo dos anos Jesus estava me chamando e me preparando para servir em missões, nosso mestre estava preparando a Igreja de Cristo em Campo Grande e a SerCris para servir como enviadores.

Foi em 2015 que a Igreja de Cristo em Campo Grande e a SerCris ouviram a voz de Deus os chamando para enviar uma obreira ao continente africano para servir aos irmãos e responderam: Eis-nos aqui!

O destino inicial era o país de Angola, porém depois de uma série de dificuldades burocráticas, e um ano de espera e desafios,  Deus no controle de todas as coisas abriu as portas para um trabalho de missões em Moçambique.

O privilégio de pregar o evangelho e anunciar a salvação de Cristo é uma dádiva de Deus a nós pecadores redimidos.

“Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós.” 2 Coríntios 4.7

A obediência a ordem de pregar o evangelho a toda criatura, não trás mérito ao homem que ouve e obedece, mas sim exalta o Deus de amor e dono da seara, pois é Ele quem segundo o próprio Jesus em Mateus 9.38 quem chama os trabalhadores e os capacita.

De geração em geração até o Dia do nosso Senhor Jesus retornar, Deus continuará chamando “enviadores e enviados” para Sua obra redentora de amor, pois certo é que, levar a salvação ao mundo todo não é um projeto humano, mas sim um projeto totalmente Divino em sua essência.

Este é o meu testemunho de como Deus dirigiu os meus passos para missões transculturais. E creio com todas as minhas forças que o mesmo Deus que começou boa obra em mim, a completará até o dia de Cristo Jesus.

Sou peregrina nesta Terra, indo com Jesus Cristo meu mestre para além das montanhas levar Sua mensagem de paz e redenção.

A Ele seja toda glória e honra para todo o sempre, Amém!

Raisa Souza
Sobre Raisa Souza 8 Artigos
Raissa de Souza é obreira em tempo integral é sustentada pela Igreja de Cristo em Campo Grande MS em parceria com a Jocum. É formada em Teologia pela SerCris e em Administração. Tem 25 anos e é natural de Mococa SP, onde frequentava a igreja de Cristo. Hoje serve como missionária na África.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*