Quem é você, quem sou eu?

0
15

Você lembra o nome do personagem daquele espião a serviço da Sua majestade, a rainha? Todo mundo vai conhecê-lo, primeiramente, como 007, mesmo que não tenha assistido nenhum filme da série, depois, pode até dizer que é James Bond.  Dependendo do contexto somos vários e ao mesmo tempo somos apenas um número. Você sabia que não passamos de números, mesmo que sejamos tratados por alguns nomes? Então vejamos: o governo nos conhecem pelo número do nosso CPF e continuamos sendo conhecidos por números.

A Justiça Eleitoral te conhece como eleitor, a empresa onde você trabalha, provavelmente, te conhece como colaborador ou empregado, através do número de sua matrícula e, finalmente, para não aumentar ainda mais o número da lista, a Receita Federal te conhece como contribuinte.

E Deus como ele conhece eu e você? Afinal de contas somos criação d’Ele, não somente nós, o ser humano, mas tudo que existe debaixo dos céus, da terra no ar e no mar. Deus conhece não somente nós, mas tudo o que existe, pois, ELe é o grande Criador.

Ele determina o número de estrelas e chama cada uma pelo nome”. Salmos 147:4

Deus nos conhecem muito antes da nossa criação e sua palavra não deixa dúvida quanto a isso. Somos conhecidos por Deus porque estamos em suas mãos, somos conhecidos pela nossa fragilidade diante da Sua grandeza e eLe demostra isso a Jeremias quando o chama a profetizar para o povo de Israel.

Antes de formá-lo no ventre eu o escolhi; antes de você nascer, eu o separei e o designei profeta às nações“. Jeremias 1:5

Podemos ser apenas um número para o mundo, mas para Deus somos escolhidos como filhos, mesmo que por adoção, se obedecermos seus ensinamentos. Alguém que, ainda, não entende pode perguntar, como? Eis a resposta:

Em amor nos predestinou para sermos adotados como filhos por meio de Jesus Cristo, conforme o bom propósito da sua vontade“. Efésios 1:5

Deus nos conhecem e tudo o que ele faz tem um propósito. Mesmo que não entendemos o Senhor mostra o porquê da nossa adoção como filhos. Na sequência da carta aos efésios o apóstolo Paulo, guiado pelo Espírito Santo, continua dizendo o motivo da nossa adoção como filhos de Deus.

Para o louvor da sua gloriosa graça, a qual nos deu gratuitamente no Amado“. Efésios 1:6

E agora? Se alguém te perguntar quem é você? Caso tenha obedecido e entendido que somente aqueles que se submete a Cristo Jesus como seu Senhor e Salvador, com certeza, a resposta não vai ser a mesma do início deste artigo.

Contudo, aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus, os quais não nasceram por descendência natural, nem pela vontade da carne nem pela vontade de algum homem, mas nasceram de Deus“. João 1:12,13.

O homem do mundo é avido pelo poder, quer alcançar os mais altos cargos na hierarquia e desfrutar dos privilégios que o cargo lhe oferece. Nós cristãos somos um povo privilegiado, somos embaixadores de Cristo, (2 Coríntios 5:20) basta comparar o nosso antes e depois.

Antes vocês nem sequer eram povo, mas agora são povo de Deus; não haviam recebido misericórdia, mas agora a receberam“. 1 Pedro 2:10.

Vivemos em um mundo corrupto onde a maioria quer “levar vantagem” , teremos tribulações (João 16:33). A corrupção virou uma epidemia e precisamos ser diferentes de tudo isso que aí está. Sabemos que não é fácil e Jesus deixou bem claro para que não nos surpreendêssemos quando deparássemos com isso. Mesmo diante de tanta maldade precisamos praticar a obra de Deus. Mais uma vez, qual o propósito? Viver de maneira digna e exemplar.

Vivam entre os pagãos de maneira exemplar para que, naquilo em que eles os acusam de praticarem o mal, observem as boas obras que vocês praticam e glorifiquem a Deus no dia da sua intervenção“. 1 Pedro 2:12

Agora que você sabe quem é, faça a obra daquele que te adotou como filho.