Santidade na Juventude

Um dos grandes desafios que temos para enfrentar é a santidade em nossa juventude, o mundo nos oferece vários tipos de felicidades, alegrias, prazeres, mas oferecem por um momento, às vezes pode ser algo mais longo, mas nada que nos oferecem aqui é eterno.

Não podemos cair no erro de “fazer parte de um grupo” de pessoas que fazem o que querem ou aquilo o que elas acham que é certo. A nossa santidade deve ter um efeito primeiramente nas pessoas do nosso convívio diário, se essas pessoas não vêem nada de diferente em você, algo está errado e é com você.

O desafio é ter o caráter de Jesus, quer em palavras quer em ação, as pessoas devem ver que você é separado deste mundo e devem ver a luz do Senhor através de você, pode ser nas coisas mais simples como não participar de um grupo que falam besteiras e compartilham assuntos pornográficos, até algo mais difícil que é o afastamento desse tipo de pessoas. Como se afastar de alguém que estuda, trabalha ou tem um contato frequente comigo? Se afastar é não compactuar naquelas ações que eles fazem que você sabe que não é certo e pode ter certeza você saberá quando não deve estar participando de algo que seja “normal” para eles.

Se você fizer essas coisas pode ter certeza que o afastamento é automático e não será da sua parte, a sua santidade os incomodará de alguma forma, se distanciarão de você por estar fazendo o certo, que pra você seja um motivo de grande alegria. No começo você pode começar a se sentir fora de um grupo ou ser tratado diferente, mas fique tranquilo, com o passar do tempo você vai ver que você não perdeu nada.

Mas saiba que temos um desafio bem maior que é falar sobre Jesus para essas pessoas, as quais fazem parte do seu convívio, não sinta vergonha ou medo de falar de onde é o exemplo em que você tem buscado viver em santidade, se você já se batizou o primeiro passo já foi dado.

Na era em que vivemos corremos o risco de ser chamado de crente, santinho, pastor, etc. Boa parte das pessoas têm uma visão errada sobre a santidade na juventude e infelizmente algumas vezes eles tem razão, mas não podemos nos dar por vencidos, estamos num longo e lento processo de aperfeiçoamento, mas que é necessário para darmos verdadeiro sentido de sermos chamados de santos. Força nos temos, sabemos onde buscar é só querer fazer.

“Filhinhos, eu lhes escrevi porque vocês conhecem o Pai. Pais, eu lhes escrevi porque vocês conhecem aquele que é desde o princípio. Jovens, eu lhes escrevi, porque vocês são fortes, e em vocês a Palavra de Deus permanece e vocês venceram o Maligno.” (1 Joao 2:14)

Márcio Baroa
Sobre Márcio Baroa 16 Artigos
Márcio é um jovem da congregação Jd. Canguru em Campo Grande Mato Grosso do Sul. Envolvido com o ministério de jovens e com a congregação.