Fazer Discípulos é Mais do Que Orar

“Cristo não tem mais corpo além do seu. Sem mãos, sem pés na terra, somente os seus. Seus são os olhos pelos quais ele olha com compaixão para este mundo. Seus são os pés com os quais Ele anda e faz o bem. Suas são as mãos pelas quais Ele abençoa todo o mundo. Suas são as mãos, seus são os pés, seus são os olhos, você é o corpo de Cristo. Cristo não tem corpo agora neste mundo, além do seu.” – Teresa de Ávila

Agora, as pessoas ainda precisam de Jesus, mas não vão encontrá-lo, se não encontrarem você. Elas precisam encontrar o Caminho, a Verdade e a Vida porque a igreja, o corpo de Cristo na terra, vai se encontrar com Ele nos céus. As pessoas precisam conhecer Jesus urgentemente! Todos os que conheceram o apóstolo Paulo, conheceram Jesus. Sigamos o exemplo de Paulo, porque Ele seguia Jesus para que outros possam seguir nosso exemplo, porque seguimos Jesus e o ciclo se completa até chegar ao céu.

Oração

Jesus é um exemplo de oração. Ele poderia ter pensando que, por ter poder e o favor de Deus, poderia não orar, mas Ele era humilde e não tomou sua situação divina para si, antes se humilhou e tornou-se em forma humana, forma de servo (Fp 2:5-7). Muitas vezes ele era procurado de madrugada e não era encontrado, pois estava orando (Mc 1:35). Eram as orações que Jesus fazia que o fortalecia e o fazia levantar-se e ir onde o povo estava. Ele não ia simplesmente para aparecer ou para fazer milagres, mas as oportunidades que Ele criava indo de encontro ao povo o colocava na posição de servir a Deus e Deus se manifestava no corpo de Cristo fazendo sinais.

Se você ora pelo perdido, é um bom passo, mas a oração deve mexer com a gente também a ponto de nos fortalecer para nos levantar e ir fazer discípulos.

Faça Uma Lista

Uma das primeiras listas de Jesus contava com 12 nomes. Ele escolheu os discípulos para estarem com Ele, não só para fazer um grupo de oração, mas um grupo para a hora da ação. Jesus era carpinteiro, mas não fez escrivaninhas para cada um estudar, pelo contrário, os ensinou pelo exemplo. Os ensinou a orar pelo exemplo, os ensinou a pregar pelo exemplo e os ensinou a fazer discípulos pelo exemplo. Ele era o líder que ia na frente dizendo: “vamos”

“Escolheu doze, designando-os como apóstolos, para que estivessem com ele, os enviasse a pregar” (Marcos 3:14)

“Jesus respondeu: “Vamos para outro lugar, para os povoados vizinhos, para que também lá eu pregue. Foi para isso que eu vim”. (Marcos 1:38)

Jesus tinha uma lista de lugares para ir. Seu ministério não teria fim até que Ele chegasse a todos os lugares e povoados vizinhos para pregar. Ele tinha um objetivo e foi por isso que veio: pregar para fazer discípulos.

Se você também quer fazer discípulos, tenha uma lista pronta para visitar, para ir, para pregar.

Conclusão

Não me entenda mal, não interprete minhas palavras, mas nenhuma oração funciona sem ação. É a fé e as obras. Fé sem obras é um corpo sem vida. Seja o corpo de Cristo na terra. Seja os pés, as mãos, os olhos, os joelhos em oração, seja o corpo de Cristo na terra.

Aprenda a orar com Jesus. Ore com fé, ore com humildade, ore para se fortalecer (o espírito está pronto, a carne é fraca). Ore pelos perdidos, depois levante e vá fazer discípulos. Por que você acha que Ele quer ser o seu corpo? Ele quer continuar realizando a vontade do Pai.

Tenha uma lista de lugares que precisa ir, de pessoas com quem precisa falar. Que seja para experimentar, faça uma lista de nomes de todas as pessoas que você conhece e que precisam conhecer Jesus. Você vai sentir que seus olhos acabaram de se abrir para a luz do evangelho. Então, depois da oração, é hora de ação.