Enfrentando Dificuldades – 6 Atitudes de Davi

0
30

Todos nós já passamos por problemas…

  • Quem já teve problemas na Escola?
  • Quem já teve problemas no Emprego? No Trânsito?
  • Quem já teve problema com algum irmão na igreja?
  • Quem tem ou já teve problemas em casa na família?

Os grandes problemas e as maiores dores são quando elas acontecem em nossa família. Nós ferimos muito mais a quem amamos ou somos feridos por eles,  do que aquele que simplesmente apertamos as mãos… do que aquele que bateu no nosso carro no trânsito… mas se por acaso,  o seu carro aparecer com um pequeno risco em casa – pode ser que apareça o velho Adão…

Em casa ou na Igreja, às vezes e quase sempre,  temos alguma dor ou problema por causa das nossas afinidades ser tão semelhantes…

Eu amo os Salmos… Por que alguns deles mexe em nossas feridas, mexe em nossa alma…. E o Salmo 3 nos faz pensar sobre um problema domestico entre um Pai e um filho… que envolve outras pessoas… 

Texto – Salmo 3       

Este salmo fala dos dias tenebrosos do rei Davi, das grandes dificuldades que ele enfrentava dia após dia, talvez tenha sido uma das épocas mais difíceis de sua vida.

Davi estava sendo perseguido pelo seu filho Absalão, que queria matá-lo e tomar o seu trono. E se não bastasse isto, os seus amigos se rebelaram contra ele dizendo que ninguém iria ajudá-lo e que, o próprio Senhor o abandonaria.

Certamente diante de tantas dificuldades, Davi teria todos os motivos para estar desanimado e desistir de tudo. Mas não foi esta a sua atitude.

Geralmente muitos membros se afastam de uma congregação e até do próprio Senhor, por causa de problemas. Seja ele pessoal, familiar, e até mesmo problemas entre irmãos, ou problemas espirituais.

Mas é de suma importância nós colocarmos em nossa mente que os problemas, as crises, o desânimo as frustrações, as tentações, as tribulações sempre estarão diante de todos nós.  Porque a vida não pára e os desafios estarão sempre diante de todos nós…

 E qual é a melhor maneira de nós que estamos em Cristo fazermos isto?

Creio que a resposta, Davi, nos dá através deste salmo que nós lemos.

Esse poema foi dividido em duas partes:

A primeira parte nós vamos ver qual foi a atitude de Davi perante as suas dificuldades.

E na segunda parte vamos observar os resultados que o salmista colheu com suas ações.

A primeira atitude de Davi para enfrentar as dificuldades foi:

1 – Abrir o seu coração para o Senhor. (V. 1,2)

Senhor, muitos são os meus adversários! Muitos se rebelam contra mim!

São muitos os que dizem a meu respeito: “Deus nunca o salvará”.

 Davi relata nestes versos que ele estava cheio de adversários, embora ele fosse rei de uma nação, todos estavam contra ele, até seus conselheiros o desanimavam, pois anunciavam que Deus não o salvaria.

Mas Davi humildemente se aproxima do Senhor e compartilha as suas dificuldades, suas fraquezas, seus medos, seus desânimos, etc. Ele busca conforto para o seu coração nos braços de Deus.

Dias tenebrosos surgirão diante de nós; e as dificuldades, o medo e o desânimo podem bater a nossa porta. E é neste momento que devemos nos aproximar de Deus e abrirmos o nosso coração para ele. Mostrar as nossas fraquezas e dizer ao Pai que precisamos urgentemente Dele. Vamos pedir a sua ajuda e buscar nele o nosso consolo.

Jesus disse > “Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso”. Mt.11:28…… > E em Mateus 7  > Peçam, e lhes será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta lhes será aberta. Pois todo o que pede, recebe; o que busca, encontra; e àquele que bate, a porta será aberta.

Quantas vezes nós batemos a porta de Cristo? Quantas vezes nós buscamos o seu consolo?

Não importa o tamanho do seu problema a sua situação, ou o que nós estejamos passando. O que importa é o que vamos fazer perante a Cristo.

Vamos abrir nossas Bíblias no livro de Mateus 15:21-28….. >     21 Ora, partindo Jesus dali, retirou-se   22   > E eis que uma mulher Cananéia, provinda daquelas cercanias, clamava, dizendo: Senhor, Filho de Davi, tem compaixão de mim, que minha filha está horrivelmente endemoninhada…..  > 23 Contudo ele não lhe respondeu palavra. Chegando-se, pois, a ele os seus discípulos, rogavam-lhe, dizendo: Despede-a, porque vem clamando atrás de nós……>  24 Respondeu-lhes ele: Não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel……> 25 Então veio ela e, adorando-o, disse: Senhor, socorre-me……….> 26 Ele, porém, respondeu: Não é bom tomar o pão dos filhos e lançá-lo aos cachorrinhos……… > 27 Ao que ela disse: Sim, Senhor, mas até os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus donos…… > 28 Então respondeu Jesus, e disse-lhe: Ó mulher, grande é a tua fé! Seja-te feito como queres. E desde àquela hora sua filha ficou sã.

Esta mulher tinha um problema sério em sua família, o qual para ela era impossível de ser resolvido. Porém ela ouve falar de Jesus e vai a sua procura pedir socorro. Ela bate na sua porta e pede ajuda.

É interessante que esta mulher não era judia e nem conhecia Jesus. Ela simplesmente ouviu falar de seus feitos e de seus milagres, mesmo assim Jesus abriu a porta para ela e resolveu o seu problema.

Se nós que somos filhos de Deus e fazemos parte do seu reino e somos discípulos de Jesus.O que será que ele vai fazer quando o procurarmos e pedirmos a sua ajuda? Com certeza ele vai fazer o melhor para todos nós.

Então, vamos fazer como Davi e abrirmos o nosso coração para o Senhor e pedir a sua ajuda, o seu consolo.

Estar mais próximo de Deus foi à primeira atitude de Davi. Mas, ele, continua mostrando lealdade ao Senhor, quando:

Segunda atitude de Davi >   2 – Reconhece que Deus é o seu protetor. (V. 3)

Mas tu, Senhor, és o escudo que me protege; és a minha glória e me fazes andar de cabeça erguida.

“Nestas palavras: Mas tu, Senhor” vemos o coração de Davi, mudar do desânimo para a confiança. Davi está tendo a sua fé renovada. Esta fé o faz perceber que o Senhor é o seu protetor, o seu escudo a sua segurança.

Davi encontra em Deus tudo o que ele precisava, muito embora ele fosse rei de uma nação e tinha a sua disposição, soldados, conselheiros, enfim era cercado de uma grande riqueza.

Porém nada disso naquele momento o protegia. Ele reconhece que só existe uma proteção segura. O nosso Deus!

E é por isso que ele se exalta dizendo: “Mas tu, Senhor, és o escudo que me protege; és a minha glória e me fazes andar de cabeça erguida”.

Irmãos, irmãs

  • Quando nós acharmos que ninguém vai nos ajudar.
  • Deus, será o nosso escudo.
  • Quando nós acharmos que estamos abandonados.
  • Deus será a nossa glória.
  • Quando nós acharmos que o desânimo tomou conta do nosso coração.
  • Deus nos dará ânimo e erguerá a nossa cabeça.

Davi abriu o seu coração e fez de Deus o seu protetor. Além disso e ele fortalece a sua lealdade:

Terceira atitude de Davi >      3 – Orando a Deus com todas as suas forças (V.4)

Ao Senhor clamo em alta voz, e do seu santo monte ele me responde.

Davi clamava a Deus com fervor e com a certeza que o Senhor o ouviria. Davi pedia em suas orações que Deus derrotasse os seus inimigos. (V.7). Levanta-te, Senhor! Salve-me, Deus meu! Quebra o queixo de todos os meus inimigos; arrebenta os dentes dos ímpios.

O coração de Davi não duvidava da resposta de Deus, pois ele tinha a certeza que os seus inimigos também eram inimigos de Deus, pois eram homens ganancioso, invejosos e queriam tomar o seu trono para benefícios próprios. E ao contrário de Davi esses homens, não queriam fazer a vontade de Deus.

Quais são os nossos maiores inimigos?

Pode ser uma pessoa – pode ser nosso filho, nosso parente mais próximo?

Pode ser o nosso orgulho;  a nossa avareza; Nossa arrogância ou Presunção? Enfim, podemos ter montanhas em nossos corações… e tais  montes podem atrapalhar a nossa jornada em Cristo. Muitos desses montes podem nos afastar de Deus.

Então, é neste momento que precisamos clamar ao Senhor e pedir a sua ajuda, pois sozinho não conseguiremos enfrentar esses inimigos.

Em Marcos 11:22-24, Jesus, nos diz: Tenham fé em Deus. Eu lhes asseguro que se alguém disser a este monte: Levante-se e atire-se no mar, e não duvidar em seu coração, mas crer que acontecerá o que diz, assim lhe será feito. Portanto, eu lhes digo: Tudo o que vocês pedirem em oração, creiam que já o receberam, e assim lhes sucederá.

Quando temos fé e fazemos a vontade de Deus, os nossos inimigos, são inimigos do Senhor. E, como diz Jesus, basta apenas nós orarmos e não duvidarmos que esses montes serão aplainados.

Isto, é ser leal ao Senhor. Nós precisamos mudar a frase >  Deus é Fiel para > Eu sou Fiel a Deus…

Toda essa confiança que Davi tevê no Senhor trouxe muitos benefícios para ele.

Quarta atitude de Davi foi  >  Ele se tornou um homem tranqüilo. (V.5)

Eu me deito e durmo, e torno a acordar, porque é o Senhor que me sustém.

Esta é uma das partes do salmo que chamou muito a  minha atenção. Pois mesmo com grandes pressões Davi deitava e dormia com tranquilidade. Eu vejo que Davi conseguia fazer isto, porque ele encontrou paz espiritual.

As grandes tempestades que o cercavam não o atormentavam mais, pois ele tinha a certeza que Deus era o seu grande escudo.

Preocupar-se significa: “Sentir-se mal ou consternado acerca de algo. Sentir-se ansioso; estar perturbado”. É como se estivéssemos desorientados.

Paulo escrevendo a igreja de Filipos disse > Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o coração e a mente de vocês em Cristo Jesus. 4: 6-7. 

Além de torna-se um homem tranquilo;

Quinta Atitude de Davi  >  – Ele se tornou um homem seguro. (v 6)

Não me assustam os milhares que me cercam.

Em tempos difíceis, Davi depositava em Deus a sua total confiança. No salmo 23:6, Davi afirmou ousadamente: “Sei que a bondade e a fidelidade me acompanharão todos os dias da minha vida, e voltarei à casa do Senhor enquanto eu viver”.

Temer é uma demonstração de falta de fé. (Marcos 4:35-41) Se nós temos fé em Deus, as tempestades se acalmaram e o temor irá embora.

Devemos confiar que nada será permitido que nos aconteça sem a aprovação de Deus

O Senhor não permitirá que soframos nas mãos do inimigo, porque para Deus somos de extrema importância, somos seus filhos.

E por causa disto, podemos andar com segurança e de cabeça erguida. Por que o Senhor é o nosso porto seguro.

Pedro que andou com Jesus escreveu em sua primeira carta > Lancem sobre ele toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês. 5:7.

A tranquilidade e a Segurança

Sexta Atitude Davi   –  Tornou Davi um homem humilde. (v8)

Do Senhor vem o livramento. A tua benção está sobre o teu povo.

 Davi foi humilde em reconhecer que a sua vitória sobre os seus inimigos, só seria possível pelo grande amor do Senhor, pois ele sabia que sozinho nada conseguiria.

Davi também mostra a sua humildade, quando ele pede benção para o próprio povo que o trai. Ele demonstra que o amor de Deus tomou conta do seu coração.  

Bem-aventurados os pobres em espírito, pois deles é o reino de Deus. Mateus 5: 3. Deus não atenderá aquele que não libera perdão aos seus amigos e inimigos…

 É por isso que Davi conseguiu enfrentar todos os seus inimigos. Ele confiava plenamente no Senhor e se entregava totalmente a ele.

Ai você me dirá:

Mas Davi era uma pessoa especial e era muito melhor que eu… Então, você precisa estudar a vida desse homem chamado Davi … Por que o único que é bom nessa historia é Deus…

ENTÃO, SE NÓS CONFIARMOS NO SENHOR, E ENTREGARMOS O NOSSO CORAÇÃO A ELE. TAMBÉM SEREMOS PESSOAS TRANQUILAS, SEGURAS E HUMILDES. E ASSIM COMO DAVI CONSEGUIREMOS ENFRETAR NOSSOS INIMIGOS E SEREMOS VENCEDORES.

POIS O QUE IMPOSSÍVEL PARA NÓS, NÃO E PARA O NOSSO DEUS.

Sérgio Roche e Aurelio Muniz,
São membros da Congregação do Tanque, RJ