Em quem devo confiar?

0
21

Infelizmente vivi o desprazer de não ter meus pais cristãos, somente minha mãe. Durante minha jornada enfrentei tentações, dificuldades, aflições e decepções.

Faço parte de uma igreja onde o trabalho foi iniciado há um pouco mais de 15 anos atrás, onde todos adultos não viveram uma juventude cristã, só encontraram a Cristo em sua fase adulta, mas esses adultos assim como minha querida mãe tinham filhos e eles e eu crescemos todos juntos, somos filhos de pais carnais separados mas de um só Deus.

Como os adultos não tiveram boas experiências em sua juventude não tínhamos ouvido nada sobre como ser jovem sem deixar de ser santo, como viver para Deus na juventude, tudo foi uma novidade para mim e para os de mais jovens, tivemos e estamos tendo que aprender em cada experiência particular e também de forma coletiva.

Fomos descobrindo aos poucos que todos estávamos no mesmo barco, confessando a mesma fé e na mesma faixa de idade. Depois de tanto ‘quebrar a cara’ durante anos, fomos crescendo em idade e as intimidades foram crescendo juntos. Conversa vai, conversa vem, conseguimos construir um relacionamento muito bom, onde estudamos sobre os vários pecados que se fazem presente na vida de jovens, dentre eles, pornografia, masturbação, sexo antes do casamento, drogas, bebidas, ficar e etc.

À medida que conversávamos era uma confissão inédita sobre algo e que em algumas vezes era o que estava acontecendo na vida de mais de um jovem.

Com o tempo entendi que eu não devo confiar em pessoas que não são filhos de Deus, o grupo certo para para confessar, pedir perdão, orar e lutar é o grupo da igreja.

E se você for como eu que tem dificuldades em ser vulnerável com qualquer pessoa? As coisas que escrevi aí em cima foram todas coisas que ouvi em que meus irmãos estavam infelizmente caindo, e advinha só assim como eles eu também enfrento pecados, minhas tentações, só que eu não consigo confiar fácil nas pessoas, mas o Senhor é tão bom comigo, que pelo fato de eu não ter um pai para falar sobre minhas dificuldades ele deixou um irmão na igreja e você também deve ter alguém em quem você confia (ou pelo o menos deveria). Deus me mostrou alguém em que eu pudesse confiar, alguém que ao invés de desprezar a confiança que eu depositava nele soube retribuir, onde ele não abusou da minha confiança e soube valorizar.

Como que eu pude saber quem era a pessoa no qual eu seria vulnerável e confiaria coisas ruins e também boas sobre minha vida? Você pode ter certeza que não foi um irmão qualquer. Como, então, eu soube quem seria a pessoa certa? Através da fé dele em Jesus e através de suas obras, um homem disposto a servir, que já estava envolvido em ministérios da igreja, que pelo o que eu via e ouvia era um bom pai, bom amigo, bom esposo. Foi uma pessoa de caráter, que se mostrou digna de confiança. Lembre-se do Senhor Jesus que servia com outros 12 discípulos, ele tinha o seu ciclo mais íntimo que eram 3 pessoas e deixou um grande ensinamento, acredito eu você não deva ser vulnerável com muitas pessoas (Jesus tinha 3 próximos), não conhecemos o coração das pessoas e às vezes só querem se aproximar de você para “estar por dentro” ou só quer ouvir pra saber coisas ruins sobre você. Você não deve se confessar com qualquer pessoa, muito menos com alguém que não tenha a fama de ser confiável.

“Quem muito fala trai a confidência, mas quem merece confiança guarda o segredo.” (Provérbios 11:13)

Confie sempre no Senhor e no quão poderosas são suas palavras, conhecendo elas você saberá em quem você pode confiar.

“Quem examina cada questão com cuidado, prospera, e feliz é aquele que confia no Senhor.” (Provérbios 16:20)