Em Memória de Alaor Leite

6
112

Nosso irmão Alaor Leite foi descansar com o Senhor no dia 20 de Abril de 2018 às 01:08 da madrugada. Sentiremos sua falta, mas deixou um legado em todos os lugares onde a igreja foi estabelecida.

Seu filho Sidney Leite escreveu:

“Meu pai descansou no Senhor às 1:08 desta manhã. Informações serão postadas aqui no Facebook. Por favor orem pela família Leite.”

Alaor estava internado desde o começo do mês de Abril por causa de problemas cardíacos e precisou fazer 3 pontes safena e 2 mamárias. Seu quadro de diabetes era um complicador, finalmente ele venceu todas as dificuldades e o Senhor o livrou levando-o consigo.

“Preciosa é aos olhos do Senhor a morte dos seus santos.” (Salmos 116:15)

O que seria da igreja sem uma liderança e administração? Provavelmente poucas pessoas sabem das várias funções do irmão Alaor Leite na igreja de Cristo. Ele trabalhava para estabelecer missionários e congregações nas cidades Brasileiras. Se sua congregação teve ou não um missionário, muito provavelmente ela foi beneficiada pelos trabalhos do nosso irmão Alaor Leite.

Silene Coelho de Manaus escreveu: “…feliz, pois um de nós já alcançou a glória do Pai! Já não luta contra a carne, mas está descansando nos braços do Pai, aguardando o dia triunfal.  Agradeço ao Senhor por conhecer o Alaor Leite e aprender dele o que é ser um servo fiel, evangelista e visionário na obra… Fez um excelente trabalho, e está nos deixando um grande legado! Ele Foi o primeiro Cristão a pisar em solo Amazônico e sonhar com o Senhor para trazer o evangelho para cá! Ajudou muito na parte logística junto com Allan Dutton para trazer a equipe missionária e suas famílias: Daniel Morgan, Paul Dawson e Ricky Hayes.”

Alaor está no meio de camisa azul, paletó, gravata e óculos ‘escuros’.

Alaor foi um dos primeiros ‘teologandos’ da igreja no Instituto de Estudos Bíblicos de São Paulo (Assim eram conhecidos os formados para trabalharem com as igrejas de Cristo no Brasil). Trabalhou com as Congregações da igreja em Santana, Penha e por último em Itaquera, onde foi presbítero por algum tempo junto com o saudoso irmão Abramo Lucarelli.

Alaor foi pioneiro na produção de conteúdo para a igreja de Cristo no Brasil. Estava à frente da Editora Vida Cristã (fundada em São Paulo no ano de 1977) e também do Centro de Estudos Teológicos (CET) que publicava cursos bíblicos para a igreja. Ultimamente comandava uma rádio virtual na Internet.

Dr. Alaor Leite foi Acadêmico da Academia Paulista Evangélica de Letras; Doutor em Leis pela Oklahoma Christian University; jornalista e presbítero em Itaquera. Alaor também foi presidente da Associação de Editores Cristãos, a qual ajudou fundar.

Leila Franco escreveu em uma publicação: “Ele foi meu chefe em tempos e lugares diferentes, no entanto, era ele quem me servia… Também conheci várias que riram dos seus inevitáveis trocadilhos – sua marca registrada… Quando conheci a igreja que ele pastoreava, pensei ter mergulhado nas primeiras páginas do Livro de Atos – quanto amor e comunhão na vida daqueles irmãos. Nunca me faltaram abraços, sorrisos e um café fresquinho (quem resiste a um bom café?). Simplicidade e entusiasmo no servir , no compartilhar vitórias e necessidades. Suas ovelhas eram (e são) o que ele foi.”

Alaor foi responsável por conseguir vistos para os missionários americanos da igreja de Cristo no tempo da ditadura. Nenhuma igreja conseguia trazer missionários naquela época. O pai do irmão Alaor estudou com Aureliano Chaves, vice presidente do Brasil naquela época e Alaor conseguiu uma audiência para falar sobre os vistos para os missionários. Alan Nalley escreveu: “Como sou grato pelo meu irmão Alaor Leite. Ele nos serviu antes de chegar no Brasil, nos recepcionou pessoalmente quando chegamos em Curitiba, segurou nossas mãos para ter vistos renovados cada ano e pelos anos nos ajudou manter a igreja seguindo as leis do Brasil e nos ensinou como proteger as patrimónios das congregações. Nada disso teria acontecido sem o amor, sabedoria, conhecimento e serviço sem medir esforço de Alaor e Miriam ao seu lado. Como foi bênção estar na casa deles, comer e conversar com eles. “

Ao irmão Alaor fazemos nossas as palavras do apóstolo Paulo olhando para a sua vida, lutas, batalhas e vitória:

“Eu já estou sendo derramado como uma oferta de bebida. Está próximo o tempo da minha partida. Combati o bom combate, terminei a corrida, guardei a féAgora me está reservada a coroa da justiça, que o Senhor, justo Juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amam a sua vinda.” (2 Timóteo 4:6-8)

Alaor deixa esposa, filhos e netos além de milhares de amigos e principalmente irmãos.

Para sermos gratos ao Senhor pela vida, confira abaixo algumas fotos que nos fazem lembrar da vida do irmão Alaor e como ele nos abençoou.

6 COMMENTS

  1. Tive a honra de trabalhar ao lado dele na Penha! Um dos irmãos mais inteligentes que conheci. Espero encontrar com ele e com o Pai um dia!

  2. O irmão Alaor foi usado por Deus em muitas áreas e de muitas maneiras! Depois de mais de dois anos tentando conseguir um visto para morar no Brasil, o Alaor foi pessoalmente a Brasília e conseguiu resolver o nosso problema junto com a Polícia Federal para que eu e Rebecca recebermos um visto permanente! O Alaor sempre foi um dos irmãos mais respeitados na irmandade pelo seu conhecimento, trabalho, experiencia de vida e vida dedicada ao Senhor! Que Deus abençoe toda a sua família neste momento de perda. Amamos vocês!
    Gates & Rebecca

  3. Um tributo ao irmão Alaor escrito pelo Dr. Gary Sorrells e submetido pelo Forrest Gates:

    Today is a day to lower to half-masts the Kingdom flag of the churches.

    On April 20, 2018, Alaor Leite departed to be with his Lord. His life spent in service to God placed him among the rollcall of saints who lived by faith.

    It is hard to overstate the impact of his life as he served in the nation of Brazil. For over fifty years he helped chart the direction of Churches of Christ in that great South American country.

    His wise leadership was evident in church planting and nurture. He was an elder’s elder. Through journalism, publication, teaching, problem solving and legal expertise his life shared the Master Teacher with countless numbers.

    On a personal level I’ve lost the earthly presence of a valued friend.

    Our relationship began in 1972 when he enrolled as a student in the Sao Paulo Institute of Biblical Studies. It was my first administrative assignment. Frequently, Alaor came by to visit, to share his dreams for kingdom advancement and to assist a young guy in his struggle with the Portuguese language and the Brazilian culture.

    In 1980 when I joined Dr. Ellis Long in Great Cities Missions I came to know Alaor Leite as a genuine colleague, life-long friend, and mentor. I witnessed his work with Ellis Long and Allen Dutton to reopen missionary visas with the Brazilian government. I stood in admiration as the Lord use him to work with Ellis and Allen to write the visas laws for the new Brazilian Constitution and do the leg work to see their input be formalized into the law of the land.

    Alaor was my enjoyable travel companion in visits to most of Brazil’s state capitals. He introduced me to some of the nation’s finest cuisine, diverse cultures, his love for good music, and late hours of conversation.

    Tirelessly, he worked to obtain visas for scores of missionaries entering the capital cities of Brazil. He and Miriam led the way to settle each team of missionaries into their new homes and introduce them to the leaders of their communities. Without hesitation he willingly cosigned his name to lease houses for every new missionary family who entered Brazil.

    In all my travels to Sao Paulo I’ve always made sure to schedule at least one prolonged lunch together. In between times we exchanged telephone conversations and email contact. He blessed me with his friendship for over half a century.

    Please be in prayer for Alaor, Miriam, their children Sidney and Barbara, Cristina and Stefan, and the grandchildren. Sidney and Cristina are in Sao Paulo but Alaor’s death will also be difficult for the grandkids and son-in-law and daughter-in-law who cannot be present.

    Gary Sorrells

  4. Tiver o privilégio de conhecer o irmão Alaor e sua amada esposa, 1992 na igreja de Cristo.em Itaquera: sãoPaulo.aode mim reunia.tivemos ajuda fisica e Espiritual.amava muito.muitas vezes foi mim visitar doente sem poder andar devido problemas, Neurológicos.apois a morte do meu marido em setembro de 2017, ele conversou comigo, mim confrontando.descanse em paz no senhor.deíxa seu exemplo de fé em Deus e ao próximo.grato Deus .por tudo que fez aqui na terra.

  5. Lembro do Alaor quando participava dos encontros no acampamento Monte das Oliveiras. Uma das advertências que fazia discretamente levava os participantes a pensarem que cristãos poderiam estar em qualquer lugar e não somente naquele trabalho desenvolvido com o grupo e sua liderança. Grande trabalhador, incansável. Conheci também o Abramo que no meu ver também era da mesma estirpe. Abraço a todos os seus familiares que devem com toda certeza se orgulhar de ter uma pessoa que sem soberba atingiu um escalão alto e nobre deixando um excelente legado!

  6. Tiver o privilégio de conhecer .eles 1992 .em Itaquera aonde mim reunia eu e meu marido.ajudou na minha vida física e Espiritual com ajuda de Deus.sempre se preocupava, para saber como estava minha família.e apoia a morte do meu marido, mandou uma mensagem mim consolando , mesmo doente também.Descanse em paz nos Braços do Senhor.Grato Deus.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.