Dirigindo o Carro do Pai

0
14

Você já dirigiu o carro do seu pai? Eu já. Sabe aquela sensação que surge quando você está em uma avenida e uma enorme caminhonete parece não ver a placa de ‘PARE’? Pois é, foi exatamente isso que eu senti dias atrás. Graças a Deus consegui desviar ficando tudo bem. Logo depois veio à minha mente toda a cena que, por pouco, não aconteceu. E então o poder e a proteção do Senhor foram quase palpáveis naquele momento.

Fiquei pensando na relação que isso tem com a nossa vida perante o Pai celestial. O carro do meu pai é como nosso corpo, nossa vida, que por um determinado tempo está sob nossa direção e cuidados. O carro do nosso pai, que é o nosso corpo que leva a nossa alma, é de grande valor. É o carro mais caro e a marca mais valiosa que existe neste mundo. Nosso pai comprou nosso corpo com o sangue de Jesus e colocou a marca do Espírito Santo em nós. Nós, cristãos, sabemos que nosso corpo é moradia do Espírito de Deus.

“Acaso não sabem que o corpo de vocês é santuário do Espírito Santo que habita em vocês, que lhes foi dado por Deus, e que vocês não são de si mesmos?” (1 Coríntios 6: 19)

A caminhonete é semelhante às coisas e pessoas do mundo que não têm limites e pensam que podem tudo. Toda brilhante e grandiosa são as tentações com ofertas lindas aos olhos humanos, mas que na verdade nos afastam de Deus. (Provérbios 16: 25)

Deus confiou a nós o dom da vida e junto a isso o livre arbítrio para nossas escolhas. Porém, como está escrito: nós não somos de nós mesmos! Essa vida que você tem dirigido [seu corpo] pertence a Deus. Foi comprado por Ele. E você já parou para pensar que uma hora vai ter que devolvê-la ao seu Pai? Se sim, com certeza você fica, no mínimo, com as pernas bambas quando as coisas do mundo só faltam atingir naquilo que Ele lhe concedeu. Como explicar tudo depois?

Se você recebeu o dom do Espírito de Deus, você tem O Auxiliar ao seu lado para te guiar enquanto dirige sua vida espiritual.

“Ao homem que teme o SENHOR, ele o instrui no caminho que deve escolher.” Salmos 25: 12

Percebe que Deus nos instrui, mas quem está ao volante somos nós? A escolha é nossa. Por isso quero te encorajar a ouvir a voz do Espírito enquanto ‘dirige’ para que, na volta de Jesus, você possa apresentar sua vida ao Pai sem nenhum arranhão.

“Todavia, de acordo com a sua promessa, esperamos novos céus e nova terra, onde habita a justiça. Portanto, amados, enquanto esperam estas coisas, empenhem-se para serem encontrados por ele em paz, imaculados e inculpáveis.” (2 Pedro 3: 13 e 14)

Vamos cuidar daquilo que Deus confiou a nós (I Timóteo 6: 20), para que Ele seja louvado através de nossas vidas e de tudo que fizermos. Alimente-se das coisas espirituais, assim, você poderá desviar de qualquer situação que tentará destruir sua comunhão com o Eterno.

Deus te abençoe
Nathalia Benante