Uma Porta Aberta

Uma chave. Às vezes tudo depende de uma pequena chave. Não importa o formato, o tamanho o peso. Sem a chave não se pode abrir, nem se pode fechar. Como ela é imprescindível naquele momento… Você trancado fora de casa, a gaveta que você precisa abrir, você trancado dentro de casa porque não tem uma chave. Às vezes tudo depende de uma chave. Muitas vezes tudo depende de uma pequena chave… a chave do conhecimento, do coração, do mistério e do crescimento da igreja… qual é a chave?

“Ao anjo da igreja em Filadélfia escreva isto: Aquele que é santo e verdadeiro que tem a chave que pertencia a Davi, que abre para que ninguém possa fechar e que fecha para que ninguém possa abrir, diz o seguinte: Eu sei o que vocês fazem. Olhem, eu tenho colocado diante de vocês uma porta aberta que ninguém pode fechar. Sei que vocês não têm muita força, entretanto têm obedecido o meu ensino e não têm me negado.” – Ap 3.7,8

A Igreja de Filadélfia tinha o que muitas congregações procuram hoje: Uma porta aberta. Era uma igreja pobre, sem muito poder; talvez pequena, desprezada, mal falada, quem sabe o que mais? Mas a porta estava aberta. Aberta justamente por Aquele que tem a chave de Davi. Aquele que pode abrir uma porta para qualquer congregação é o mesmo que diz: “estive morto mas eis que estou vivo pelos séculos dos séculos e tenho as chaves da morte e do inferno” – Ap 1.18b. Ele é quem pode abrir a porta da vida eterna. E a usou para sair da morte. Ele pode abrir a porta para uma congregação sem poder, pobre, humilhada, pequena… Ei, a sua congregação está nessa também…

Sua congregação quer crescer? Está parada no tempo, estagnada e decrescendo? O apóstolo Paulo pediu para que os irmãos usassem a chave que abre portas:

“Ao mesmo tempo, orem também por nós, para que Deus abra uma porta para a nossa mensagem, a fim de que possamos proclamar o mistério de Cristo, pelo qual estou preso. Orem para que eu possa manifestá-lo abertamente, como me cumpre fazê-lo.” (Cl 4:3, 4)

Você só vai orar pelos que evangelizam e por aqueles que estão com as portas fechadas se você acreditar que Aquele que vive e tem a chave de Davi pode abrir a porta à Palavra. Você confia no poder da Palavra de Deus? Confia que ela pode criar fé, purificar e salvar? Então você vai orar por aqueles que estão desanimados para evangelizar para que Deus os anime e fortaleça e a resposta da oração será que portas dos corações serão abertas, portas das casas serão abertas, a porta do prédio da igreja será aberta para reunir, em nome de Jesus, todos aqueles que ouviram o Senhor batendo em suas portas e abriram.

Para Ele, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus, não tem muito valor uma congregação que diz: “Estou rico e abastado e não preciso de cousa alguma…” (Ap 3.17). Esta mesma congregação pode ser grande, rica, poderosa, numerosa e famosa… porém ao mesmo tempo é uma porta fechada. Para este tipo de congregação como a de Laodicéia Jesus diz:

“Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo.” Ap 3.20 (Laodicéia uma congregação de porta fechada).

O que pode abrir a porta para uma congregação pequena e pobre? Jesus ensinou:

“Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e achareis; batei, e abrir-se-vos-á. Pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e, a quem bate, abrir-se-lhe-a.” – Leia Mt 7.7-12.

Esta passagem ensina que Deus é poderoso, mas devemos fazer a nossa parte. A porta não vai se abrir se ninguém bater. O irmão Allen Dutton no seu livro “Nos Ensina a Orar” descrevendo esta passagem ensinou: “Pedi” mostra nossa dependência para cem Deus. “Buscai” é pedir junto com esforço nosso. “Batei” é pedir, junto com persistência.

Irmãos, Oração é o que abre a porta para uma congregação. Peçamos em nome daquele que tem a chave de Davi.

João Cruz
Sobre João Cruz 41 Artigos
João Cruz trabalhou mais de 20 anos com a igreja como evangelista. Atualmente dirige o Ministério Resgate ligados à publicações, música, edificação, treinamento, crescimento da igreja, palestras, produção de conteúdo e informação para as congregações.