Por tradição e por fundamentos bíblicos temos o culto com comunhão, cânticos, orações, celebração da ceia, da coleta e a mensagem. Faltou alguma coisa? Bem, eu poderia falar que o culto não se encerra e não deveria ser anunciada uma oração final, mas quero falar sobre outro assunto: Como fazer abertura do culto.

Apesar de não estar na ‘ordem de culto’ dentro da Bíblia, o culto tem uma ‘abertura’ ou um início. Esta parte mesmo que não esteja numa passagem bíblica, a gente faz e deveria dar mais importância. Por que? Porque nós precisamos preparar os irmãos para adorar a Deus. Na ‘abertura do culto’ devemos lembrar o porquê estamos ali. Precisamos chamar os irmãos para fora deste mundo e este é um bom momento. Afinal, a igreja é isso: os chamado para fora. Para fora de casa, para as ruas, para brilhar e para fora do pecado e todos para dentro da igreja, o corpo de Cristo na Terra.

Na abertura do culto precisamos lembrar que devemos participar não como um público, espectadores ou audiência, mas como os atores principais. Deus é quem está nos assistindo. É uma apresentação pública da nossa fé, da nossa esperança e amor uns aos outros em nome de Cristo. Precisamos lembrar na abertura do culto que viemos para falar com Deus através da oração, viemos oferecer os sacrifícios dos nossos lábios.

“Por meio de Jesus, portanto, ofereçamos continuamente a Deus um sacrifício de louvor, que é fruto de lábios que confessam o seu nome” (Hebreus 13:15)

Na abertura do culto precisamos conscientizar a todos que estaremos ali reunidos no primeiro dia da semana em nome do Senhor Jesus para lembrar do sacrifício Dele na cruz. Fazemos isso através da ceia. Precisamos lembrar e até preparar os irmãos para a coleta que é uma graça participar e não um peso. Estamos ali para ler e ouvir a explanação da Palavra de Deus e devemos participar da mensagem com nossos corações. Anotar seria muito bom neste momento para levar a mensagem para casa e para aqueles que não puderam participar pessoalmente por algum motivo.

O Que Se Deve e Não Se Deve Fazer

Se o culto é importante, procuramos fazer dele o melhor desde o começo na abertura do culto. Então o responsável por esta parte, deve se preparar fazendo uma breve pesquisa sobre o que vai acontecer e quem vai fazer o que. Deve procurar quem vai pregar e conversar um pouco. Seria bom que a igreja já tivesse todas estas informações prontas para o mês. Uma ordem do culto preparada com antecedência para cada função. O responsável teria o trabalho, ainda, de perguntar para o regente dos cânticos sobre o que preparou, conversar com o dirigente da ceia e coleta e até com quem vai fazer os avisos. Neste ponto vemos que, na maioria das congregações, falta empenho e planejamento.

O responsável pela abertura do culto não deve trazer as notícias ruins da semana, deve-se concentrar-se no conteúdo do culto e em preparar os irmãos para os cânticos, orações, ceia, coleta, para a mensagem e a comunhão.

Quem vai fazer a abertura, não deve trazer uma ‘pregação’. Deve-se respeitar um tempo de 3 a 5 minutos. Se você quer fazer em 5 minutos, então você tem que ser muito bom e ter palavras para preparar os irmãos para o melhor culto das suas vidas a cada domingo.

Estas são só algumas sugestões simples para fazermos juntos um culto melhor.