Como Cantar Melhor na Igreja?

0
18

Este é o segundo artigo sobre música vocal.

Como cantar melhor? Esta pergunta não tem uma resposta rápida. Mesmo não tendo conhecimento técnico, tenho algumas boas ideias que funcionaram para eu reger melhor e acredito que têm funcionado para melhorar o louvor. Além disso me cerquei de pesquisas sobre o assunto sem muita profundidade para não tornar esta obra um manual ou lições de regência, perdendo, assim, a intenção de olhar para cânticos e a regência como algo que pode ser melhorado com algumas dicas práticas e funcionais. Gostaria que estas dicas fossem percebidas e usadas já no próximo domingo. Antes de passar estas dicas para frente eu mesmo as experimentei nas oportunidades que tive para reger. Desde então, estas dicas me auxiliam.

Cantar com a mente

A primeira coisa que acredito que nos levará a cantar melhor é o conhecimento bíblico sobre cânticos. Por isso mesmo tentei compartilhar no artigo anterior o conhecimento que também deve ser público. O conhecimento da Palavra de Deus deve ser o nosso maior motivo para cantar melhor. A Bíblia nos instrui sobre qual é a vontade de Deus. Então, agora, sabemos o que O agrada.

Quando você convida alguém para uma refeição na sua casa, é bom se informar sobre o que a pessoa gosta de comer ou não. Através do culto convidamos Deus para ficar na platéia e nos ajudar na adoração. A presença Dele nos anima e incentiva. Seria muito triste saber que servimos alguma coisa que Deus não se agrada e, precisamos, mesmo, saber que Deus não se agrada de tudo o que pensamos e fazemos, mesmo com a melhor das intenções. Muitas vezes servimos para Deus nossa cultura, o que ouvimos alguém falar, nossos pensamentos e pouco do que o agrada. Adoração feita sem o conhecimento dado por Deus será rejeitado. Deus rejeitou a oferta de Caim, rejeitou o fogo estranho que Nadabe e Abiú trouxeram (Levítico 10.1-7), rejeitou a tradição dos religiosos do tempo de Jesus e Jesus esclarece bem o porquê: “E em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens” (Marcos 7:7).

Cantar com o espírito

A segunda dica para cantar melhor é cantar com o espírito. Os cânticos devem ser espirituais e nos elevar a Deus. Cânticos devem nos levar aos céus e trazer Deus à terra. Isto não é emocionalismo religioso principalmente porque é regido pela razão da verdade e pela mente esclarecida pela Palavra de Deus (1º Coríntios 14:15).

Técnica musical

A terceira dica para cantar melhor é procurar e colocar em prática algumas técnicas musicais. Mesmo sem conhecer muito, não ignoro algumas necessidades técnicas que todos precisamos para cantar. Devemos procurar conhecer alguma teoria musical prática que sirva para a próxima oportunidade que tivermos para cantar em louvor a Deus. Se cantar tem a função de instruir, então deve ser didático. Se cantar tem a função de alegrar, então devemos saber como alegrar, sorrir e cantar. Não querendo me contradizer ou ignorar as técnicas para melhorar o cântico, precisamos afirmar que cantar salmos, hinos e cânticos espirituais por si só já nos enche do Espírito. Fazer o melhor para Deus, então, volta sempre para nós mesmos.

A igreja deve considerar os cânticos como um ministério tão importante quanto o de pregar a palavra já que a função é de edificar, ensinar, aconselhar, alegrar e testemunhar, entre outras funções. Então, não é exigir demais da igreja um investimento financeiro em conhecimento musical. Não que a igreja deva prover conhecimento para todos, mas que invista em um ou dois regentes e estes sejam os ‘guias’ que conduzam a igreja para cantar melhor e, quando a igreja canta melhor ela tende a crescer mais alegre e saudável. Se a igreja canta hinos e cânticos espirituais, produzirá alegria, fruto do Espírito Santo.

Trecho do livro “Em Espírito e Em Verdade