Provai os Espíritos

Algumas pessoas reivindicam falar de Deus e reivindicam fazer milagres para provar que suas reivindicações são verdadeiras. Temos o direito e o dever de testar estas reivindicações. O motivo é apresentado nestas três passagens citadas:

“Pois surgirão falsos profetas, operando sinais e prodígios para enganar, se possível, os próprios eleitos” (Mc 13:21-23)

“Amados, não deis crédito a qualquer espírito; antes, provai os espíritos se procedem de Deus, porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo fora” (1 Jo 4:1)

“Conheço as tuas obras, tanto o teu labor como a tua perseverança, e que não podes suportar homens maus, e que puseste à prova os que a si mesmos se declaram apóstolos e não são, e os achaste mentirosos” (Ap 2:2).

Devemos provar as pessoas que dizem ter o Espírito Santo para não cairmos no erro de seguir heresias. Pense na seguinte conversa religiosa:

– Paz do Senhor, irmão. O Espírito me mandou falar com você.
– É mesmo? Como você recebeu o Espírito? Como se faz para ter o Espírito?
– Por que, irmão? Você tá duvidando de mim? Deus vai te castigar, hein!

Como Se Recebe o Espírito Santo?

Para provar se uma pessoa tem o E.S. precisamos saber como se recebe o Espírito. Recebemos o Espírito pelo sangue de Jesus. Jesus (morreu) por nós, o que devemos fazer? Esta pergunta foi feita pelos judeus e respondida pelos apóstolos em Atos 2:37, 38:

“Ouvindo eles estas coisas, compungiu-se-lhes o coração e perguntaram a Pedro e aos demais apóstolos: Que faremos, irmãos? Respondeu-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para remissão dos vossos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo”.

Devemos fazer o mesmo que eles: Ouvir, crer, nos arrepender e batizar. Por que? Para receber remissão de pecados e receber o dom (habitação) do Espírito Santo. Se aceitamos o sangue de Jesus derramado em favor dos nossos pecados, nos batizamos. Somente no batismo é que uma pessoa recebe a remissão e a habitação do Espírito Santo. Jesus compara o batismo com um nascimento. Assim como quando uma pessoa nasce ela recebe a alma, quando uma pessoa se batiza ela recebe o Espírito Santo. Uma nova vida da parte de Deus. Se uma pessoa não se batizou ou não crê no batismo para a salvação e para receber o Espírito, mesmo que ela tenha sido batizada, não tem o Espírito Santo, porque batizou-se crendo que não era através do batismo que se recebe o Espírito. Tem que ser um ato consciente.

Ao se batizar, a pessoa tem que crer no que a Bíblia diz e a Bíblia diz que só no batismo se recebe o Espírito. Alguém que não se batiza não tem o Espírito Santo e se não tem o Espírito Santo habitando dentro de si, então não pertence a Cristo.

“Entretanto, vocês não estão sob o domínio da carne, mas do Espírito, se de fato o Espírito de Deus habita em vocês. E, se alguém não tem o Espírito de Cristo, não pertence a Cristo” (Romanos 8:9)

Não confundir o dom (habitação) do Espírito (At 2:38) com os milagres (1 Co 12:7-11). Jesus nos dá o dom do Espírito no batismo. O Espírito dava os dons milagrosos a quem Ele quis. No Novo Testamento as pessoas não escolhiam dons milagrosos era o Espírito que escolhia as pessoas e os dons que elas teria e se teriam. A maioria das pessoas não recebeu dons miraculosos, somente alguns discípulos selecionados e com propósitos.

Então, se somente pelo batismo, como diz o Novo Testamento, uma pessoa recebe o Espírito Santo, se uma pessoa não se batizou conforme a Bíblia, tem que se batizar de novo? Uma boa pergunta, não é? A Bíblia é a melhor resposta:

“Enquanto Apolo estava em Corinto, Paulo, atravessando as regiões altas, chegou a Éfeso. Ali encontrou alguns discípulos e lhes perguntou: “Vocês receberam o Espírito Santo quando creram? ” Eles responderam: “Não, nem sequer ouvimos que existe o Espírito Santo”. “Então, que batismo vocês receberam? “, perguntou Paulo. “O batismo de João”, responderam eles. Disse Paulo: “O batismo de João foi um batismo de arrependimento. Ele dizia ao povo que cresse naquele que viria depois dele, isto é, em Jesus”. Ouvindo isso, eles foram batizados no nome do Senhor Jesus.” (Atos 19:1-5)

Para avaliar se o batismo é de acordo com a Bíblia, várias questões devem ser consideradas.

• Se não se batizou conscientemente para ter o Espírito, não adianta ter se batizado por imersão ou por estar arrependido. Precisava saber que estava obedecendo o evangelho através do batismo. É uma questão de consciência.
• No batismo, tem que saber que Jesus dá nova vida e isso significa que Ele quer dar o Espírito Santo
• Tem que se batizar de novo se o batismo é inválido.
• Batismo é um só, mas tem que ser certo.

Estas são as bases para que julguemos. Não estamos falando sobre condenação. Condenar alguém, com base ou não, não é o nosso papel. Na parábola do joio cada um tem seu trabalho. Um semeia, outro cuida e

Conclusão

Não é pecado julgar se você tem como base a Palavra de Deus. Os juizes deste mundo não podem julgar baseados nas suas opiniões, teoricamente eles devem pegar o que a lei diz e julgar o que ela diz. Pecado é ser conivente com o as obras infrutíferas das trevas.

“Não participem das obras infrutíferas das trevas; antes, exponham-nas à luz. Porque aquilo que eles fazem em oculto, até mencionar é vergonhoso. Mas, tudo o que é exposto pela luz torna-se visível, pois a luz torna visíveis todas as coisas. Por isso é que foi dito: “Desperta, ó tu que dormes, levanta-te dentre os mortos e Cristo resplandecerá sobre ti” (Efésios 5:11-14)

Jesus é o Pastor que te conhece pelo nome. Os homens são aqueles que fogem quando as coisas ficam difíceis. Jesus morreu na cruz por você e te comprou da escravidão do pecado e te deu liberdade, Ele não quer que você caia em argumentos e tentativas de convencimento. Ele avisou com antecedência:

“Se, então, alguém lhes disser: ‘Vejam, aqui está o Cristo! ’ ou: ‘Vejam, ali está ele! ’, não acreditem. Pois aparecerão falsos cristos e falsos profetas que realizarão sinais e maravilhas para, se possível, enganar os eleitos. Por isso, fiquem atentos: avisei-os de tudo antecipadamente.” (Marcos 13:21-23)