Preparando-se Para o Culto Dominical

“Por meio de Jesus, pois, ofereçamos a Deus, sempre, sacrifício de louvor, que é o fruto de lábios que confessam o seu nome.” – Hebreus 13:15

Quando estudava a Bíblia, antes do meu batismo, a pessoa que me ensinou as aulas básicas, disse algo que hoje, passados quase 30 anos, continua na minha mente: “Dentro do possível, participe de todas as programações que a igreja oferece”.

Por entender que a igreja no 1º século se reunia diariamente (Atos 2:46) e que hoje esta prática não é mais possível, procuro manter comunhão com os irmãos através das atividades existentes: culto dominical, reunião de quarta-feira, reunião dos homens, da família, acampamentos, encontros, etc.

Quero ressaltar neste artigo a importância da presença no culto dominical e como nos preparar para ele.

Em primeiro lugar, entendo que somente casos excepcionais (doença própria ou da família, convocação extraordinária para trabalhar ou quando se trabalha em regime de escala), devem ser motivos para afastar do culto dominical. Entendo que se não estou doente para ir ao trabalho, não posso alegar doença para faltar na reunião semanal. Assim, a participação na adoração a Deus aos domingos, além de mandamento (Hb. 10:25), é essencial para o meu crescimento espiritual e na minha contribuição no reino.

Participar na adoração a Deus exige de mim um preparo. Para começar, se estou escalado para o culto, devo me preparar antecipadamente, estudando os textos bíblicos no caso de uma leitura ou mesmo pregação e escolher de antemão os cânticos espirituais, no caso do dirigente de cânticos.

O preparo para o culto deve começar no sábado, especialmente quando o culto é de manhã. Assim, devem-se evitar atividades até altas horas de sábado e assim dormir cedo para acordar com disposição. Tenho notado irmãos que chegam atrasados e com aspecto cansado em razão de atividades desnecessárias realizadas no dia anterior.

Domingo de manhã, o ideal é acordar cedo, tomar um café reforçado e antes do culto orar com a família ou mesmo sozinho, pedindo a Deus que seja uma adoração aceitável por Ele e que aqueles que estarão na direção venham cheios do Espírito Santo e de entusiasmo para adorar ao Pai celestial e edificar os irmãos em Cristo.

Algo muito importante é a pontualidade. Conheço pessoas que são pontuais no trabalho, mas sempre chegam atrasados nas reuniões da igreja. Isso mostra desleixo e desrespeito para com Deus e os irmãos e onde está a sua prioridade (Mt. 6:33). Assim, todos (não somente os participantes na direção do culto), devem chegar ao mínimo 15 minutos antes (o ideal é meia hora) para cumprimentar os irmãos.

Durante a reunião, devo entender que um bom culto depende de todos, especialmente de mim. Que Deus está presente observando minha maneira de adorar. Assim, devo evitar levantar para tomar água, ir ao banheiro, conversas e saídas, etc.

Terminado o culto, o ideal é permanecer um pouco mais, para uma conversa a mais com os irmãos.

E se a igreja tem Escola Dominical, esta deve ser valorizada por todos, seja antes ou depois do culto principal.

Quando nos reunimos, estamos adorando a Deus e edificando uns aos outros. Assim, minha maneira de agir contribui para uma boa ou má qualidade do culto dominical.

Valdir Silva
Sobre Valdir Silva 69 Artigos
Valdir José da Silva é servo de Deus na cidade de Guarulhos e editor do boletim inter-congregacional Amo Jesus. Discípulo de Jesus há quase 30 anos, é servidor público Estadual no Tribunal de Justiça de São Paulo e serve como um dos evangelistas da igreja de Cristo no Bairro dos Pimentas, Guarulhos/SP.