Orando Por Quem Me Incomoda

Você já teve ou tem, atualmente, alguém em sua vida que lhe incomoda? Por alguma razão você tem dificuldade em olhar com amor para essa pessoa? Seja porque lhe fizeram algum mau, ou para uma pessoa querida da qual você “tomou as dores“, ou até mesmo um comentário negativo, ou um olhar distorcido… ou qualquer que seja a sua situação?

Eu, particularmente, luto bastante com isso. Há algumas pessoas que me incomodam por algo que disseram ou fizeram, e eu tenho dificuldade em olhar com amor para elas. Foi assim com um colega de equipe. Nove meses de treinamento, sete deles de um mal relacionamento. Estávamos constantemente nos “batendo“. Dissemos coisas um para o outro que acabou ferindo e trazendo arrependimentos. Mas certa vez, eu decidi fazer uma coisa que mudou completamente a forma como eu o via e isso modificou a maneira com a qual eu o trato hoje.

Em Mateus 5:43-48 Deus nos lança um desafio:

“Vocês ouviram o que foi dito: ‘Ame o seu próximo e odeie o seu inimigo’. Mas eu digo: Amem os seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem, para que vocês venham a ser filhos de seu Pai que está nos céus. Porque ele faz raiar o seu sol sobre maus e bons e derrama chuva sobre justos e injustos. Se vocês amarem aqueles que os amam, que recompensa vocês receberão? Até os publicanos fazem isso! E, se saudarem apenas os seus irmãos, o que estarão fazendo de mais? Até os pagãos fazem isso! Portanto, sejam perfeitos como perfeito é o Pai celestial de vocês.”

O texto usa os termos ‘inimigo’ e ‘perseguidor’ e pode ser que não seja o seu caso, mas o que precisamos ver aqui é o princípio deixado por Deus de ORARMOS pelos que nos INCOMODAM para ENXERGÁ-LOS como DEUS nos OLHA. Eu decidi então começar a orar por esse irmão. Tinha dias que eu sinceramente dizia a Deus “olha, eu só estou fazendo isso por que sei que é preciso, mas eu não queria não” ou “ajude-me, Senhor, a pelo menos tolerá-lo ou quem sabe, gostar”. Isso se deu durante os meses que se seguiram. E eu experimentei como as coisas mudam quando envolvemos o Senhor nos nossos dilemas e nos submetemos à Sua vontade! Algumas semanas antes de nosso período em João Pessoa acabar, Deus usou uma amiga que temos em comum para se tornar uma ponte entre mim e ele. Acabou que, nessas duas semanas, fizemos incontáveis coisas em trio, tivemos tempo de qualidade juntos, nos perdoamos e hoje somos bons amigos. Hoje posso olhar para ele como Deus olha pra mim: com a sensibilidade de poder ver QUEM EU FUI, POR QUE EU SOU e QUEM EU POSSO ME TORNAR.

Entenda que eu não digo que você precisa tornar-se melhor amigo dessa pessoa. Apenas compartilhei minha experiência. O mandamento de Deus é o de orarmos e amarmos, seja esse alguém, alguém​ próximo ou não. Olhar para o outro com os olhos do amor é essencial para nossa espiritualidade, é importantíssimo para uma melhor relação com Deus e meus irmãos. Por isso, se você está nessa situação agora, ou quando acontecer, lembre-se do princípio que aprendeu hoje e não hesite em obedecê-lo, pois Deus quer trabalhar em você! Estou animada em ouvir os seus testemunhos.

“Quando os caminhos de um homem são agradáveis ao Senhor , ele faz que até os seus inimigos vivam em paz com ele.” Provérbios 16:7 

“Esforcem-se para viver em paz com todos e para serem santos; sem santidade ninguém verá o Senhor.” Hebreus 12:14

Repita para si mesmo hoje: ORAREI POR QUEM ME INCOMODA PARA ENXERGÁ-LO COMO DEUS ME OLHA.

Que Deus nos abençoe.

Débora Amaro
Sobre Débora Amaro 9 Artigos
Débora Amaro é cearense. Serve ao Senhor através do trabalho missionário, onde atualmente mora em Guarapuava - PR, servindo a congregação local.