Meu Amigo Alaor – Por Gary Sorrells

Hoje é um dia para baixar a meia haste a bandeira do Reino das igrejas de Cristo.

Em 20 de abril de 2018, Alaor Leite partiu para estar com seu Senhor. Sua vida foi devotada a serviço de Deus, foi posta no rol dos santos que viviam pela fé.

É difícil exagerar o impacto de sua vida e como ele serviu na nação brasileira. Por mais de cinquenta anos ele ajudou a mapear a direção das Igrejas de Cristo neste grande país sul-americano.

Sua liderança sábia era evidente no plantio e nutrição de igrejas. Ele era o presbítero dos presbíteros. Através do jornalismo, publicação, ensino, resolução de problemas e perícia legal, a sua vida partilhou o Mestre dos Mestres com incontáveis números.

Em um nível pessoal, perdi a presença terrena de um amigo valioso.

Nosso relacionamento começou em 1972, quando ele se matriculou como aluno no Instituto de Estudos Bíblicos de São Paulo. Foi meu primeiro trabalho administrativo. Freqüentemente, Alaor veio visitar, compartilhar seus sonhos para o avanço do reino e ajudar um jovem em sua luta com a língua portuguesa e a cultura brasileira.

Em 1980, quando me juntei ao Dr. Ellis Long nas Missões das Grandes Cidades (Great Cities Missions – GCM), passei a conhecer Alaor Leite como um verdadeiro colega, amigo e mentor ao longo da vida. Eu testemunhei seu trabalho com Ellis Long e Allen Dutton para reabrir os vistos missionários com o governo brasileiro. Fiquei admirado quando o Senhor o usou para trabalhar com Ellis e Allen para escrever as leis de vistos para a nova Constituição brasileira e fazer o trabalho de viagens de coleta de informações para ver sua contribuição ser formalizada na lei do país.

Alaor foi meu companheiro de viagem agradável em visitas à maioria das capitais brasileiras. Ele me apresentou algumas das melhores cozinhas do país, diversas culturas, seu amor pela boa música e as conversas noturnas.

Incansavelmente, ele trabalhou para obter vistos para muitos missionários que entravam nas capitais do Brasil. Ele e Miriam lideraram o caminho para assentar cada equipe de missionários em suas novas casas e apresentá-los aos líderes de suas comunidades. Sem hesitar, ele voluntariamente emprestou seu nome para alugar casas para cada nova família missionária que entrou no Brasil.

Em todas as minhas viagens a São Paulo, sempre marquei pelo menos um almoço prolongado juntos. Entre os momentos trocamos conversas telefônicas e contato por e-mail. Ele me abençoou com sua amizade por mais de meio século.

Por favor, orem por Miriam, seus filhos Sidney e Bárbara, Cristina e Stefan e os netos. Sidney e Cristina estão em São Paulo, mas a morte de Alaor também será difícil para os netos, genros e noras que não podem estar presentes.

Gary Sorrells
Gary Sorrells foi missionário da igreja de Cristo em São Paulo. Trabalhou na Congregação da igreja na 9 de Julho.
Tradução João Cruz

Participação Especial
Sobre Participação Especial 13 Artigos
Participação especial enviada para ser publicada no Portal da igreja de Cristo no Brasil.