Fidelidade

“Sejam fiéis, mesmo que tenham de morrer, e eu lhes darei a coroa da vida” (Ap 2:1)

Sofrimentos, as dificuldades, as perseguições, fome, a miséria, o perigo ou a morte o que pode te separar do amor de Deus? Longe de todas estas coisas, você é capaz de dizer que nada, mas e se estivesse em dificuldades, sendo perseguido, passando fome, na miséria e ainda em perigo de morte? Será que você não diria duvidando: “Onde está Deus?”

O apóstolo João, aquele que escreveu sobre fidelidade até é morte, antes disso escreveu:

“Não tenham medo das coisas que vocês vão sofrer. Eu lhes digo que satanás vai colocar alguns de vocês na prisão para serem postos é prova e vocês sofrerão por dez dias. Sejam fiéis, mesmo que tenham de morrer, e eu lhes darei a coroa da vida” (Ap 2:10)

Viver é sofrer. Desde que você nasce, você já nasce apanhando e chorando. Este não é o problema, o problema é morrer por causa do sofrimento, das dificuldades, das perseguições, fome, miséria, perigo e longe de Deus. Estará em trevas e nenhum recurso mais cabe aqui. Fim…

Já uma pessoa que fez o compromisso verdadeiro de ser fiel até é morte, então fez também o compromisso de viver alegre independente da situação, de receber fortalecimento em tudo o que sofrer, de ser agradecido por todas as coisas em nome de Jesus e terá muito mais alegria do que aquele que teve tudo nesta vida, pois a esperança excede a própria vida aqui que é momentânea.

Fidelidade à Jesus gera fidelidade aos amigos, fidelidade no casamento, e fidelidade nos impostos e compromisso com a verdade independente das consequências. E de qualquer forma, quem é fiel sempre se sai melhor.

Coisas ruins acontecem na vida: Sofrimentos, dificuldades, perseguições, fome, miséria, o perigo e a morte. Talvez em algum ponto deste trajeto você tenha deixado de ser fiel e, pela misericórdia de Deus, você ainda está vivo para contar ou até mesmo lamentar sua experiência. Então, se você foi infiel e saiu do caminho por um tempo, aproveite a chance para voltar. Sim, o Pai está de braços abertos para receber o filho pródigo. Ele sempre é fiel:

“se não formos fiéis, Ele continuará sendo fiel, pois de maneira nenhuma pode negar a si mesmo” (2 Tm 2:13)

Aproveite a oportunidade hoje para voltar ao caminho da fidelidade. Enquanto está vivo, nunca é tarde demais!

Que nada possa te separar do amor de Deus. Nem sofrimentos, dificuldades, perseguições, fome, miséria, o perigo ou a morte e nem você mesmo!

Se você já sofreu ou mesmo se ainda o sofrimento não acabou, alegre-se porque você está sendo provado como Jesus foi, mas um dia será glorificado como Jesus também foi.

“Queridos amigos, não estranhem o fogo ardente que surge no meio de vocês, destinado a prová-los, como se alguma coisa extraordinária estivesse acontecendo. Pelo contrário, alegrem-se na medida em que vocês estão participando dos sofrimentos de Cristo. Assim vocês gritarão de alegria quando a glória de Cristo for revelada” (1 Pe 4:12, 13).