E Quando Eu Pecar?

O homem andava com Deus todos os dias… Deus lhe deu todas as instruções para viver e agradá-lo. Deus lhe deu algumas funções para sentir importante sua existência e o protegeu num lugar paradisíaco. O homem quis saber por que tantas proibições? Deus respondeu:

– Não são proibições, meu filho, são proteções de vida eterna. Eu quero que você viva comigo para sempre. Se você ultrapassar o que lhe digo, tem consequências que o afastarão de mim. Eu o criei à minha imagem e semelhança e o pecado desfigura sua aparência.
O homem continuou andando com Deus…

Um dia, como se fosse mais forte do que ele, o homem caiu em tentação. Ele pediu perdão a Deus e Deus perdoou. O homem quis saber por que caiu em tentação? Deus respondeu:

– A tentação não é mais forte que você. A tentação é o seu mal desejo de satisfazer a si mesmo. Quanto maior seu mal desejo, maior a sua tentação. Mas eu te criei forte o suficiente para resistir a tentação. Eu sou fiel e nunca deixarei que uma tentação seja maior do que a sua força, você sempre será mais forte… quando você estiver se sentindo tentado, saiba que sempre, junto com a tentação, lhe darei um escape. Nunca vou deixar você sozinho… EU SOU FIEL1)Não sobreveio a vocês tentação que não fosse comum aos homens. E Deus é fiel; ele não permitirá que vocês sejam tentados além do que podem suportar. Mas, quando forem tentados, ele lhes providenciará um escape, para que o possam suportar.
(1 Coríntios 10:13)

O homem continuou andando com Deus…

Um dia o homem caiu em tentação de novo e, sabendo que ele era a fonte da sua própria tentação, se sentiu indigno e se escondeu de Deus. Deus veio procurá-lo como se não soubesse onde o homem estava. Deus estava dando tempo para o homem pensar no que ele fez de novo. Ao ‘encontrá-lo’ Deus quis saber por que o homem estava escondido. Deus queria ensinar o homem se humilhar e confessar os seus pecados. O homem disse:

– Sabe, Deus, aquele pecado que eu cometi? Então, eu fiz de novo. Tive medo e vergonha e me escondi.
Deus tinha um olhar diferente naquele dia e perguntou:

– Que pecado?

Deus lembrava muito bem qual era o pecado e via no homem as consequências: tristeza, consciência pesada, uma certa deformação espiritual de si mesmo, vergonha, afastamento, etc. Deus fez o homem se sentir tão bem como se Deus tivesse esquecido o pecado e Deus disse:

– Da próxima vez, meu filho, você não deve se esconder de mim, pelo contrário, venha me procurar. Satanás, o seu adversário, vai te enganar e dizer que eu criei regras e proibições quando são, na verdade, proteção para você. Ele vai ser um acusador, pois este é o significado do nome dele, vai te afastar de mim, vai te deixar envergonhado, sujo, desfigurado e Ele me odeia tanto que sabe que o meu ponto fraco é você. Eu farei tudo para ter você de volta, ainda que isto custe o meu próprio coração. Não vou poder fazer nada se você não permitir. Eu tenho poder para convencer você, mas te criei em amor e com amor eu vou esperar que você se convença. Tudo isso que fiz e farei é para que você não peque, se pecar, eu porei um advogado para te defender2)Meus filhinhos, escrevo-lhes estas coisas para que vocês não pequem. Se, porém, alguém pecar, temos um intercessor junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo. (1 João 2:1) ).

Finalmente, depois daquele olhar de compreensão, daquele abraço aconchegante, daquela voz tão envolvente,  Deus colocou o braço em volta dos ombros do homem e disse:

– Venha, meu filho, vamos andar juntos… – e Deus continuou falando…
– Sabe, filho, um dia as coisas vão mudar muito. Muitos dos seus descendentes vão esquecer de mim e vão duvidar deste lugar e da minha existência. Eu vou buscá-los pessoalmente, mas muitos vão se perder. Eu vou trazer os que quiserem para cá de novo, para a eternidade. Vai ser difícil para vocês, mas tenha fé, eu venci lá no futuro…

Estas palavras acima, meio ficção meio realidade, servem para introduzir o assunto. Sabemos que não devemos pecar, sabemos que as regras ou proibições, são, na verdade, proteções contra nós mesmos de nos afastar de Deus. Agora, olhando para o passado, vemos claramente o quanto Deus tem nos amado dando a si mesmo, em forma de servo no corpo de Cristo para nos resgatar de nós mesmos. Satanás está desesperado e convencendo esta geração do pecado, de que Deus não existe, de que você é o dono do seu corpo e que deve ser feliz. Deus está no mesmo lugar, de braços abertos esperando os filhos voltarem para casa.

Deus odeia o pecado e ama o pecador. Deus vai aceitar você, mas você aceita Deus? Aceitar a Deus na vida significa deixar de lado todos os meios que você busca para satisfazer a si mesmo e se afastar Dele. Ele sabe que vamos pecar e por isso, por sua imensa misericórdia, nos provê livramento para que possamos escapar.

QUANDO pecar, volte atrás, isto é, arrependa-se de coração. A ideia é não fazer de novo, mas, mesmo cometendo os mesmos pecados, se humilhe na presença de Deus. Lute, mostre frutos dignos de arrependimento e não somente da boca pra fora. Deus, mais do que ninguém, reconhece um coração arrependido verdadeiramente.

Não brinque de igrejinha. Domingo é o dia de purificação dos pecados pelo sangue de Jesus:

“Se, porém, andamos na luz, como ele está na luz, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado” (1 João 1:7)

Domingo é dia de começar a andar na luz através da comunhão com os irmãos. Naquele momento, e o efeito se estende pela semana, nós somos purificados dos nossos pecados pelo sangue de Jesus. Não vá à igreja porque acha que é um lugar legal, para um encontro social. Vá para lavar os pés seus e dos irmãos.

Infelizmente é real, você vai pecar. Então, quando pecar o que vai fazer? Se aproxime humildemente de Deus e Ele te exaltará em amor e perdão. Não deixe de lutar. Nunca se conforme.

Deus te abençoe na luta contra o pecado.

References   [ + ]

1. Não sobreveio a vocês tentação que não fosse comum aos homens. E Deus é fiel; ele não permitirá que vocês sejam tentados além do que podem suportar. Mas, quando forem tentados, ele lhes providenciará um escape, para que o possam suportar.
(1 Coríntios 10:13)
2. Meus filhinhos, escrevo-lhes estas coisas para que vocês não pequem. Se, porém, alguém pecar, temos um intercessor junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo. (1 João 2:1)