Desejando o Leite Puro

Se houve um momento de extremo prazer quando passei a ser mãe; certamente foi o da amamentação, que experiência fantástica! E que será para sempre, inesquecível. Infelizmente há mulheres que não consideram essa fase importante e necessária tanto para ela quanto para seu bebê. Mas quando os bebês nascem é de suma importância que sejam alimentados exclusivamente do leite materno, para que através dele possam crescer e se desenvolverem de forma saudável, pois o leite que é produzido pela mãe é único e completo em nutrientes, quanto mais tempo o bebê se alimenta do leite materno muito mais ele recebe nutrientes e proteção contra algumas infecções e doenças pois ele é como uma vacina, rica em anticorpos, o bebê que recebe o leite materno normalmente se torna uma criança mais inteligente.

A amamentação é muito mais do que nutrir, ela desenvolve repercussões profundas num contato mais íntimo e emocional do bebê com sua mãe, e esse relacionamento íntimo coopera numa maior eficiência do estado nutricional e no processo de defesa contra as infecções, em sua fisiologia e no seu desenvolvimento cognitivo e emocional. O tempo médio de amamentação vária entre 6 meses a 2 anos. Agora; interessante é que, todos nós também podemos “ser amamentados” mesmos já crescidos em estatura e avançada idade, nesse caso não o seremos de uma mãe materna, mas vem de um Pai, um Pai Espiritual, que é Deus!

“desejai ardentemente, como crianças recém-nascidas, o genuíno leite espiritual, para que, por ele, vos seja dado crescimento para salvação,”1Pedro 2:2

Todos sabemos que os bebês quando estão com fome abrem a boca e começam a chorar alto e insistentemente até enquanto o leite não vem, esse é o desejo que Senhor tem para cada um de nós: que possamos assim como os bebês desejar mais que tudo nos alimentar da sua palavra do “leite espiritual”. Palavra como alimento que é produzida pelo próprio Deus, que nos dá nutrientes, nos dá proteção, tudo o que necessitamos para um bom desenvolvimento e crescimento espiritual. Note que o apóstolo Pedro não está dizendo que todas essas maravilhas contidas nesse leite espiritual, podem ser adquiridas de qualquer leite (palavra), mas do genuíno leite. É preciso verificar que tipo de “leite” estamos tomando, pois a muito tempo a palavra vem sendo misturada a muitas doutrinas e ensinos produzindo cristãos imaturos, ingênuos, despreparados e fracos. Segundo o dicionário, a palavra genuíno significa puro, natural, autêntico e esse leite puro não é um leite misturado nem adulterado, mas verdadeiro. Assim também é que iremos conseguir uma alimentação consistente e uma dieta adequada para um forte e maduro crescimento espiritual que só produz a pura palavra da verdade, devemos desejar ardentemente, de todo o coração. E essa palavra verdadeira a qual Pedro se refere, também é muito mais que nutrição para crescimento ela é poderosa, nos protege de doenças físicas e principalmente as espirituais, e o melhor de tudo é que por meio dela, desenvolvemos um maravilhoso e verdadeiro relacionamento íntimo e afetuoso com esse Deus tão amoroso. Assim como é prazeroso para uma mãe amamentar seu bebê, quanto mais prazer e alegria deve sentir Deus em ver que Seus filhos buscam crescer e obter conhecimento através da Sua única e verdadeira palavra.

Olhando para todos esses benefícios, que tal provar desse maravilhoso alimento e suas verdadeiras riquezas e aumentar o relacionamento com o próprio Deus?

Márcia Cruz
Sobre Márcia Cruz 6 Artigos
Servindo ao Senhor na cidade de Presidente Prudente interior de São Paulo.