Como Preparar Uma Mensagem Expositiva

Um pregador foi convidado para a mensagem dominical por uma congregação do interior. Era um homem muito culto e um estudioso clássico da Palavra. Ele usou as mais belas palavras que conhecia e explanou todo o seu conhecimento sobre o tema. No final dois irmãos saíram conversando ainda sobre a mensagem. Um deles disse:
– Puxa, o irmão prega bem, não é? Pena que a gente não conseguiu entender tudo…

Um sermão não é uma bronca ou para expor nossos conhecimentos pessoais sobre algum assunto que nós nos especializamos. Uma mensagem precisa ser de acordo com a capacidade dos ouvintes e de acordo com a Palavra de Deus. É como o trabalho de um artista feito em 15 minutos. Para fazer algo muito bem feito em tão pouco tempo e admirado por todos o artista teve que dar pelo menos 10 anos da sua vida. O pregador tem que ter muito esforço para fazer mensagens simples e relevantes.

Existem alguns tipos ou estilos de mensagens bíblicas. Os 3 principais são: Tópico, textual e expositivo. Os melhores pregadores escolhem o estilo expositivo porque o sermão expositivo tem a intenção de expor a Palavra de Deus. Tudo gira em torno da palavra de Deus. Você tem a liberdade de escolher um texto de acordo com as necessidades das pessoas, mas depois de escolhido o texto, você tira do texto o título da mensagem, a introdução e ilustração é escolhido de acordo com o texto, os pontos principais de argumentos são tirados do texto bíblico e a conclusão e aplicação da mensagem é tirada da passagem em questão1.

Este tipo de estilo de mensagens combina muito com o que o apóstolo Paulo falou para Timóteo:

“Anuncie a mensagem de Deus. Esteja sempre pronto para anunciá-la, quer seja oportuno, quer não. Corrija, repreenda e aconselhe, ensinando com bastante paciência” (2 Tm 4:2 – VFL)

Veja abaixo algumas ideias sobre o preparo de uma mensagem expositiva.

Ler Várias Vezes

Há alguns passos no processo de se preparar uma mensagem expositiva. Antes de tudo você tem que ler e orar. Presumindo que você já ora antes e enquanto lê e procura compreender a vontade de Deus para a sua vida, então a dica é ler o texto que você vai usar em várias versões diferentes e várias vezes. Minha sugestão de versões são: Almeida Atualizada (SBB), Nova Versão Internacional (NVI) e Novo Testamento Versão Fácil de Ler (VFL). Esta última você encontra somente online (biblegateway.com)1.

É importante ler várias vezes em várias versões para notar as variações e as traduções possíveis do texto que você vai usar. Outro motivo é que você se prepara para perguntas que, baseadas em certas versões, podem surgir e variar. Talvez você não vai ouvir tais perguntas quando está pregando, mas você vai respondê-las durante a apresentação mensagem como se tivesse ouvido alguma pergunta. Não se preocupe com quais perguntas poderiam ser, seu estudo, uma vez bem preparado, responderá todas as perguntas na apresentação.

Outro motivo de se ler várias versões em Português é porque a gente não vai pregar em hebraico ou grego, as duas línguas principais usadas pelos escritores do Velho e Novo Testamentos. Vamos usar traduções para o Português e, através das várias versões em Português, saberemos exatamente o que o texto original disse através da comparação feita. Se você tiver habilidade, pegue o texto em hebraico ou grego e com certeza vai enriquecer mais o seu estudo. Não é proibido, mas procure não citar as palavras gregas o tempo todo a não ser que sejam também encontradas em português e as pessoas reconheçam e a usem no seu vocabulário mesmo sem saberem que são palavras originadas em outra língua.

Faça Anotações dos Seus Estudos

Para o estudo em si, use anotações. Estude o contexto da sua leitura (O texto está no Novo ou Velho Testamento? Para quem, quando, por que e por quem foi escrito?). A resposta a estas e outras questões te ajudarão a conhecer e entender o contexto da passagem que você vai usar para pregar. Circule as palavras importantes, personagens, acontecimentos, lições que o texto ensina, etc. Estude e se prepare para muito mais do que você vai ter tempo de pregar. Se você prega, sabe que tem 25 minutos de atenção. Se for um excelente pregador, pode pregar por 40 minutos e as pessoas gostariam de ouvir mais. A sua árdua preparação e uma mensagem fascinante na apresentação até para uma criança vão te conferir tanto autoridade quanto mais tempo para falar de Deus2.

Faça Uma Paráfrase

Uma paráfrase é uma reafirmação do sentido de um texto ou passagem usando outras palavras. O termo em si é derivado do latim paraphrasis, do grego antigo παράφρασις, cujo significado é “maneira adicional de expressar-se”. Uma paráfrase, normalmente, explica ou esclarece o texto que está sendo parafraseado3.

Depois de fazer seu estudo pessoal, está na hora de você reescrever o texto bíblico que você acabou de estudar. Você vai fazer uma versão pessoal do texto bíblico, isto é, uma paráfrase sua. Depois você pode comparar com versões que seguem esta linha como a Bíblia Viva.

Ferramentas

Várias ferramentas são importantes nesta fase do estudo bíblico. Uma ferramenta tem o objetivo de facilitar a construção da mensagem. As ferramentas nos ajudam a ir no caminho certo, mas não necessariamente nos fazem poupar tempo e trabalho, este não é o objetivo.

Várias ferramentas cabem aqui que não interferem no resultado da mensagem inspirada pelo Espírito Santo. Estas ferramentas são: chave ou concordância bíblica (para encontrar palavras em outros textos), dicionário bíblico (para estudar as palavras e termos teológicos), enciclopédia bíblica (para entender os costumes do tempo em que a passagem foi escrita). EVITE os comentários bíblicos nesta fase dos seus estudos.

Faça Um Esboço

Por incrível que pareça, muitos pregadores não sabem fazer um esboço. Esboço é um ‘esqueleto’ de tudo o que o texto diz, um resumo organizado. É uma ciência aplicada em todas as áreas acadêmicas e muito importante para organizar a apresentação do vai se falar, como uma mensagem. Um esboço é um ‘mapa’ da mensagem que cabe no seu bolso.

Agora chegou a hora de fazer um esboço. Sobre este assunto você poderá ter mais informações num outro artigo que você pode visitar clicando aqui. Você não pode dizer que entendeu o texto e extraiu a mensagem para a igreja se não conseguir ‘desenhar’ a passagem sobre a qual orou, leu e estudou. Neste caso o desenho é representado através de um esboço.

O Último Passo

Finalmente, depois de você terminar o seu trabalho e escrever o seu entendimento é que você vai consultar comentários bíblicos. Procure comentários bíblicos saudáveis. Pergunte para pessoas sérias no estudo da Bíblia que você conhece para que possa adquirir bons comentários bíblicos. Assim como você não usa um formão para para cortar uma árvore só porque pretende esculpir a madeira, você não deve usar uma boa ferramenta como os comentários na hora errada só porque quer tirar do texto uma boa mensagem. Para cortar uma árvore você usa um serrote assim como para tirar um bom estudo do texto bíblico você usa o seu esforço pessoal.

Os comentários só servem para consultar outras opiniões, porque, afinal, você deve ter tirado a lição que Deus pretendia quando inspirou o escritor do texto que você vai usar. Se os comentários estão dando uma visão totalmente contrária das conclusões que você tirou, então, aí sim, você precisa rever suas conclusões. Para ter certeza, não use somente um comentário. Não seja pretensioso acreditando que está ‘inventando a roda’. Seja humilde no estudo porque, afinal, nós chegamos muito tempo depois que muitos estudiosos sérios da Palavra de Deus.

Conclusão

Uma mensagem da parte de Deus sempre foi entendida por quem a recebeu. Até o livro que chamamos de Apocalipse deveria ser chamado de Revelação (Ap 1:1). Deus não quer que sua mensagem seja escondida e enigmática. Cabe ao pregador ser o catalizador e facilitador da mensagem de Deus despertando no povo a vontade de fazer o que Deus ensina não entendendo como proibições e castigos, mas como proteção e amor.

A mensagem em si será enigmática para aqueles que não querem entender (Mc 4:10-12).

As mensagens têm que ser simples o suficiente para até mesmo as crianças entenderem e serem envolvidas. Este público é muito sensível e se um pregador desenvolve a habilidade de atingir os corações puros os que precisam se tornar como crianças certamente vão entender a necessidade de correr para os braços do Pai.

Um sermão fácil de ouvir dá muito trabalho para se preparar, pois esta é a missão do pregador. A mensagem deve ser relevante para a vida de todas as pessoas que ouvem a exposição clara da Palavra.

Nada substituí a leitura o estudo e o esforço, pois Deus merece o melhor em todas as coisas, inclusive na mensagem.

___________

Notas:

1 Sugestão de livros: A Arte de Pregar Um Sermão Expositivo – Melo, Adoniran e Jr. Paschoal Piragine – Ed. Ad Santos
Do Texto à Paráfrase – Bost, Bryan e Pestana, Álvaro
2
Estas versões citadas são apenas indicações das melhores consideradas por este autor.

3 Uma mensagem contagiante muitas vezes é identificada quando até as crianças conseguem absorver. Afinal, todos somos chamados para voltar a ser crianças.
4 Paráfrase – Wikipédia, a enciclopédia livre